sexta-feira, 31 de maio de 2013

Azul e Trip comemoram 1 ano da fusão com 103 destinos operados

Azul e Trip comemoram 1 ano da fusão com 103 destinos operados


A Azul e a Trip comemoram hoje um ano da fusão 103 destinos operados. Para comemorar a data foi apresentada hoje uma aeronave com a nova logomarca.   “Estamos colhendo os frutos de um brilhante processo de fusão, executado por um time excepcional, que superou nossas expectativas. Estamos com uma malha de voos bastante abrangente, com hubs fortes, que atendem a todas as regiões do país e proporcionam alta conectividade para capitais e as rotas regionais” comemora David Neeleman, fundador e CEO da Azul.

Com visões de mercado semelhantes, pontos comuns em suas culturas e filosofias, frotas compostas por aeronaves das mesmas fabricantes, entre outros quesitos, as empresas aproveitaram o “melhor dos dois mundos” e integraram em tempo recorde suas estruturas organizacionais, seus sistemas, malhas aéreas, uniformes, serviço de bordo, além de suas unidades físicas, tanto dos prédios administrativos como dos call centers. 

“Os ganhos por conta da similaridade de nossa frota e complementaridade de nossa malha foram importantes para mantermos os nossos planos. Hoje, somos líderes em 70 dos 103 destinos, além de sermos a única operadora em 45 deles. A frota da Azul, além de ser a mais jovem do mercado, é composta por aeronaves que oferecem entre 47 e 118 assentos, permitindo a companhia servir cidades de pequeno, médio e grande porte, onde outras companhias não chegam”, afirma José Mario Caprioli, presidente do Comitê Executivo da Azul.

Para simbolizar essa união, uma aeronave foi pintada uma aeronvave especialmente com elementos da marca Trip e da nova marca da companhia. Batizado de “Espírito de União”, o E-jet 195, de matrícula PR-AXV, foi entregue hoje durante cerimônia realizada na Embraer, em São José dos Campos. “Essa é uma aeronave especial para nós. Ela permanecerá na malha da Azul com essa pintura e sempre será um símbolo dessa significativa fusão” diz Gianfranco Beting, diretor de Comunicação e Marca da Azul e criador da pintura especial.

Aerolíneas inaugura amanhã rota entre BH e Buenos Aires a US$ 199

foto:Alexandre Barros

A Aerolineas Argentinas unicia a partir de amanhã um voo diário na rota Buenos Aires, Ezeiza – Belo Horizonte, a bordo do Embraer E190 da Austral. O novo voo é fruto do empenho do governo de Minas nesta nova rota. Em março deste ano o governador Antonio Anastasia oficializou junto à Aerolineas Argentinas a operação de voo direto e diário entre Belo Horizonte e Buenos Aires. A Austral subsidiária da Aerolineas Argentinas, começa a operar o voo a partir de amanhã e o equipamente tem capacidade para transportar 96 passageiros, sendo 88 em classe econômica e oito em classe Premium, em aviões Embraer E-190. A duração da viagem é de três horas e quarenta minutos.

Para Anastasia, a nova rota vai permitir o aumento de fluxo de turistas argentinos em Minas. O país vizinho é o que mais emite turistas para o Brasil. Nos últimos anos, foram cerca de 1,6 milhão de passageiros. Porém, o Estado é apenas o terceiro principal destino desses turistas. “Bastam esses números para percebermos que temos uma faixa imensa de oportunidades para aumentar o fluxo de argentinos para Minas e de mineiros para Argentina. O povo argentino é conhecido como amante da cultura e Minas Gerais tem aqui 60% do patrimônio histórico brasileiro, cidades históricas e instâncias minerais. Não faltarão oportunidades para recebermos os visitantes da Argentina e dos outros da América Latina que usam a companhia para suas viagens”, disse o governador.

O voo AR-2267 partirá de Belo Horizonte diariamente à 1h45, e chegará ao Aeroporto de Ezeiza (Buenos Aires) às 5h25. A volta (AR-2266) acontece sempre nos mesmos dias às 21h55 chegando a Belo Horizonte 1h05. Segunda a empresa, o voo possibilitará conexões imediatas para a Oceania, EUA, Europa e todo o interior da Argentina e países da América do Sul.

Este é o quinto voo internacional direto operado a partir do Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, desde a implantação do programa Decola Minas, criado em 2008 pelo Governo do Estado para aumentar a oferta de voos partindo de Minas com destino aos principais centros emissores de turistas nacionais e internacionais. Os mineiros já podem voar diretamente para Europa, via Lisboa (Portugal), para os Estados Unidos (via Miami) e para América Central, a partir do Panamá. O representante da Aerolineas Argentinas, Ariel Rodriguez, informou que o voo entre Belo Horizonte e Buenos Aires inaugura uma nova fase da operação da companhia no Brasil. Com mais de 60 anos de mercado, a companhia oferece rotas para 187 países. Apenas na Argentina são 33 destinos. “Interligar duas cidades como Buenos Aires e Belo Horizonte é um grande desafio, mas, com certeza, cria uma janela de oportunidades. O turismo é uma grande indústria. Belo Horizonte é a primeira das cidades que estamos iniciando mais rotas no Brasil. Estamos muitos felizes”, concluiu.  Os voos já estão à venda, com tarifas a partir de US$ 199 mais taxas.

Por: Luiz Marcos Fernandes 

Demanda interna do transporte aéreo caiu 3,35% em abril

Demanda interna do transporte aéreo caiu 3,35% em abril

A Anac destacou que se trata da primeira redução da demanda doméstica para abril desde o início da série histórica, em 2000


Foto:Alexandre Barros

Com redução da oferta mais acelerada que a queda na demanda, a taxa de aproveitamento dos voos domésticos de passageiros voltou a crescer e alcançou 72,33%, melhora de 0,74 ponto porcentual em relação ao mesmo mês de 2012
São Paulo - A demanda doméstica do transporte aéreo de passageiros (passageiros-quilômetros pagos transportados - RPK) caiu 3,35% em abril de 2013 na comparação com o mesmo mês de 2012, anunciou nesta sexta-feira a Agência Nacional de Aviação Civil(Anac). A Anac destacou que se trata da primeira redução da demanda doméstica para abril desde o início da série histórica, em 2000. Com o resultado de abril, a demanda doméstica acumulou queda de 1,74% nos primeiros quatro meses de 2013.
Já oferta doméstica (assentos-quilômetros oferecidos - ASK) recuou 4,06% no mesmo mês, no oitavo mês consecutivo de queda, em meio aos ajustes na oferta das duas principais companhias do setor. No acumulado em quatro meses, a oferta doméstica apresenta redução de 6,92% frente a igual etapa de 2012.
Com uma redução da oferta mais acelerada que a queda na demanda, a taxa de aproveitamento dos voos domésticos de passageiros voltou a crescer e alcançou 72,33%, o que representa uma melhora de 0,74 ponto porcentual em relação ao mesmo mês de 2012, quando a taxa registrou 71,80%. Com o desempenho de abril, o indicador completa 12 meses consecutivos de crescimento. No acumulado do ano, o aproveitamento atingiu 73,91%, demonstrando uma melhora de 5,57% em relação aos quatro primeiros meses do ano passado, informou a Anac.
Liderança da TAM
O Grupo TAM mais uma vez se manteve na liderança do mercado doméstico em abril, com participação de 38,42% da demanda, enquanto a Gol ficou com 36,24%. Mas o maior crescimento de participação de mercado foi observado mais uma vez pela Avianca e Azul, que cresceram 43,26% e 35,19%, respectivamente. A Avianca passou de 4,98% para 7,13%, e a Azul de 9,94% para 13,44%.


Demanda aérea internacional cresce 1,49%, segundo Anac

Foto: Alexandre Barros


Demanda aérea internacional cresce 1,49%, segundo Anac

De janeiro a abril, a demanda acumulou crescimento de 5,48% em relação aos quatro primeiros meses de 2012


Enquanto a TAM registrou redução de 1,67%, a Gol teve crescimento de 15,32% na participação em abril de 2013 quando comparado ao mesmo mês de 2012
São Paulo - A demanda do transporte aéreo internacional de passageiros das empresas aéreas brasileiras, medida pelo indicador passageiros-quilômetros pagos transportados (RPK) cresceu 1,49% em abril de 2013, frente a abril de 2012, completando uma série de seis meses consecutivos de expansão, anunciou nesta sexta-feira a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).
De janeiro a abril, a demanda acumulou crescimento de 5,48% em relação aos quatro primeiros meses de 2012.
A oferta internacional (assentos-quilômetros oferecidos - ASK), por sua vez, teve alta de 9,39% em abril, atingindo o maior nível para o mês desde 2000. No acumulado dos primeiros quatro meses deste ano, a oferta registrou alta de 15,63% em relação a igual período do ano passado.
Um crescimento mais acelerado da oferta que da demanda levou uma queda da taxa de aproveitamento dos voos internacionais de passageiros operados por empresas brasileiras (RPK/ASK), para 75,21% em abril de 2013, ante 81,06% do mesmo mês do ano passado. Conforme a Anac, o melhor aproveitamento internacional em abril deste ano foi registrado pelo Grupo TAM, com 78,19%. Já o aproveitamento internacional da Gol foi de 57,83%.

TAM e Gol representaram a totalidade das operações de empresas brasileiras no transporte aéreo internacional de passageiros em abril, com 88,74% e 11,26%, respectivamente. Enquanto a TAM registrou redução de 1,67%, a Gol teve crescimento de 15,32% na participação em abril de 2013 quando comparado ao mesmo mês de 2012.

A Alitalia suspendeu ontem os voos na rota direta entre Fortaleza e Roma.


A Alitalia suspendeu ontem os voos na rota direta entre Fortaleza e Roma.

A Alitalia encerrou ontem as operações de voos que ligavam diretamenteFortaleza a Roma. As duas frequências semanais operadas na rota - com boa taxa de ocupação - foram inauguradas no dia 14 de janeiro deste ano e utilizavam aeronave Boeing 777-200ER.  A companhia aérea italiana não anunciou ou explicou a paralisação, que ocorre na véspera da Copa das Confederações e que deve atrair um bom público europeu para o Ceará e o Brasil. Comenta-se que a Alitalia vai utilizar a aeronave para operar voos para os EUA.

A American Airlines anuncia voos diários de Miami para Milão em novembro

A American Airlines anuncia voos diários de Miami para Milão em novembro


A American Airlines anunciou ontem que operará voos diários e diretos entre o Aeroporto Internacional de Miami (MIA) e o Aeroporto Malpensa de Milão, a partir do próximo dia 21 de novembro. Passageiros que embarcarem em Milão para Miami, terão nesta cidade possibilidade de conexão com mais de 100 destinos nos EUA, Caribe e América Latina. As vendas para os voos na nova rota serão abertos nos canais de distribuição da American no próximo dia 2 de junho, para viagens a partir de 21 de novembro.

Os novos voos entre Miami e Milão serão operados como parte do acordo de negócios conjuntos entre a American e a British Airways e a Iberia. O voo AA206 partirá diariamente de MIA às 17h55 e chegará em MXP às 09h35 do dia seguinte. No sentido inverso, o voo AA207 partirá de Milão às 11h25 e chegará em Miami à 16h40 do mesmo dia. A American Airlines utilizará na rota uma aeronave Boeing 767-300 com capacidade para 218 passageiros.


A AMR Corp., controladora da American Airlines, anunciou que registrou um prejuízo de US$ 105 milhões em abril. Se fossem excluídos gastos de US$ 119 milhões com reorganização e outros itens contábeis, a companhia aérea teria registrado um lucro líquido mensal de US$ 14 milhões.

A Azul terá novos voos para Criciúma, Bauru, Juazeiro do Norte e Petrolina.


A Azul terá novos voos para Criciúma, Bauru, Juazeiro do Norte e Petrolina.

Azul Linhas Aéreas Brasileiras foi autorizada pela ANAC para operar novos voos a partir de Viracopos, em Campinas. Na região Sul do país, Criciúma ganhará a segunda frequência diária, a partir do dia 4 de junho. Haverá também uma segunda frequência diária entre Viracopos e Bauru, no interior paulista, além de um novo voo circular Campinas-Juazeiro do Norte-Petrolina-Campinas. O início deste voo circular será em 16 de junho e terá uma frequência diária. As vendas para estes novos voos já estão abertas em todos os canais de venda. Mais informações:www.voeazul.com.br.

ANAC concede à GOL Linhas Aéreas 3 frequências semanais para a Nigéria

foto:Alexandre Barros

ANAC concede à GOL Linhas Aéreas 3 frequências semanais para a Nigéria
Apesar de ter afirmado esta semana (veja Hot News de 28.05.13) que estava apenas estudando a possibilidade de voar para a Nigéria, o Diário Oficial da União do mesmo dia publicou Resolução da ANAC, concedendo à GOL Linhas Aéreas três frequências semanais para voos regulares mistos entre o Brasil e aquele país africano. Se confirmados pela companhia aérea, os voos para a Nigéria se caracterizarão como os primeiros da empresa para um país fora da América. Atualmente nenhuma companhia aérea brasileira oferece voos próprios para a África. No mercado internacional, a GOL possui voos com destinos para países da América do Sul e, no fim do ano passado, a empresa iniciou operações para Miami e Orlando, nos Estados Unidos, e para Santo Domingo, na República Dominicana.

O Grupo LATAM fecha acordo de sale and leaseback para 25 grandes aviões.

O Grupo LATAM fecha acordo de sale and leaseback para 25 grandes aviões.

A AerCap Holdings fechou uma operação de sale and leaseback no valor de US$ 2,6 bilhões com o Grupo LATAM, envolvendo 25 aeronaves de fuselagem larga (widebody). As entregas estão programadas entre 2013 e 2017. As aeronaves envolvidas na operação integram a carteira de encomendas do Grupo LATAM e compreendem nove Airbus A350-900 novos, quatro Boeing 787-9 novos e dois 787-8, além de 10 aviões Airbus A330-200 com idade média de quatro anos. A AerCap dise que vai comprar as aeronaves da LATAM e arrendá-las (contratos de leasing) imediatamente de volta à LATAM.

Gol tem passagens promocionais até segunda-feira

foto : Alexandre Barros

Gol tem passagens promocionais até segunda-feira

Até as 8h da próxima segunda-feira, dia 3, a Gol tem mais um fim de semana de passagens promocionais, com tarifas a partir de R$ 99. As promoções valem para todos os destinos domésticos, com exceção de Fernando de Noronha (PE), para viagens realizadas entre os dias 4 e 27 de junho. Para adquirir as tarifas promocionais é preciso comprar ida e volta simultaneamente, permanecer mínimo de três noites ou um sábado no destino. Para quem tem o cartão Smiles, a promoção dá direito ao acúmulo de 30% das milhas.

TUI Travel anuncia compra de 60 Boeings avaliados em US$6 bi

TUI Travel anuncia compra de 60 Boeings avaliados em US$6 bi

Empresa de viagens britânica quer tornar sua frota mais eficiente no consumo de combustível

Londres - A empresa de viagens britânica TUI Travel fechou um acordo para comprar 60 aviões de tamanho médio da Boeing com opção por mais 90 aeronaves, em um movimento para tornar sua frota mais eficiente no consumo de combustível e dando à fabricante norte-americana uma vitória sobre a rival Airbus.
A maior operadora de turismo do mundo, que detém seis empresas aéreas europeias incluindo a Thomson Airways, disse nesta sexta-feira que o pedido inicial por aviões 737 MAX da Boeing foi feito com "um desconto significativo" ao preço de lista das aeronaves, de 6,09 bilhões de dólares.
Os aviões devem ser entregues entre janeiro de 2018 e março de 2023, disse a TUI Travel.
A Boeing também está competindo com a Airbus para fornecer novos aviões para a britânica EasyJet.

A empresa aérea de baixo custo se aproxima de um pedido de pelo menos 100 aviões 737 MAX ou A320neo, da Airbus, segundo disseram fontes próximas as negociações, acrescentando que a fabricante europeia era a favorita.

Aeroporto de Brasília ganha voo direto e diário para Buenos Aires

Aeroporto de Brasília ganha voo direto e diário para Buenos Aires

Nova rota passa a funcionar em julho; voos ocorrerão durante madrugada.Terminal também vai ganhar 56 voos nacionais nos próximos meses.


O governo do Distrito Federal anunciou nesta segunda-feira (27) que o Aeroporto Internacional Juscelino Kubitschek, em Brasília, vai ganhar um voo direto e diário para Buenos Aires. O GDF informou que o serviço começa a ser oferecido a partir de julho.

A rota será operada pela Austral, uma subsidiária da Aerolíneas Argentinas. O serviço de atendimento ao cliente da companhia confirma a venda de passagens de Brasília para Buenos Aires apenas a partir de agosto.
De acordo com a Inframerica, os voos saem às 1h55 com destino a capital argentina, com previsão de chegada no Aeroporto Internacional Ministro Pistarin às 5h50. A Inframerica informou ainda que o trecho inverso, partindo do terminal argentino, está marcado para às 21h45 da noite, com chegada prevista para 1h15 da manhã em Brasília.
De acordo com a Secretaria de Turismo, a Argentina é o país da América do Sul que mais envia turistas para Brasília. Entre as atrações da capital brasileira está a arquitetura.
Buenos Aires será o sétimo destino internacional a ter voos sem conexões para o aeroporto de Brasília, que opera voos para Miami e Atlanta, nos Estados Unidos; Lisboa, em Portugal e Cidade do Panamá, no Panamá. O terminal tem, ainda, um voo que liga diretamente o Brasil à Costa Rica e à Colômbia, através de suas capitais San José e Bogotá.
Previsão de 56 novos voos
O Aeroporto JK terá nos próximos meses 56 novos voos nacionais, entre voos extras, novas rotas e retomada de voos antigos, informou a Associação das Empresas Aéreas Brasileiras (Abear). Desses novos voos, 22 serão para atender o público que vem à capital para a Copa das Confederações, que começa no dia 15 de junho, com o jogo Brasil x Japão.
Segundo a Abear, a Azul implantará 22 novos voos durante a Copa das Confederações e outros 12, entre frequências diárias e temporárias. A Gol retomará duas rotas desativadas, entre Brasília e Campo Grande, e a TAM colocará 20 voos no mês de julho, de férias.
A Abear não indicou quantos passageiros o aeroporto de Brasília deve receber a mais por causa do crescimento no número de voos na capital.
Fonte: G1

TAM e LAN ampliam oferta de voos para o Chile

A TAM Linhas Aéreas e a LAN Airlines, que juntas formam o Grupo LATAM Airlines aumentarão a oferta de voos entre Brasil e Chile durante a temporada de neve.
Em 2013, estima-se que 42 mil passageiros brasileiros viajarão para o Chile entre o fim de junho e início de agosto, o que representa um aumento de 4% em relação ao mesmo período do ano passado. Com a ampliação da oferta de voos, TAM e LAN oferecerão ainda mais opções aos clientes que escolherem passar as férias de julho nas principais estações de esqui do Chile.
Em Santiago, estão localizadas duas das principais estações de esqui chilenas, Ski Portillo e Valle Nevado. Além disso, a capital chilena é a principal conexão para outros destinos no país, como Concepción e Temuco, onde se encontram os centros de esqui Termas de Chillán e Corralco, respectivamente.
Durante o mês de julho, São Paulo contará com até nove frequências diárias para Santiago, além de um voo (ida e volta) que operará três vezes por semana. O aumento de oferta também prevê três ligações diárias e diretas entre Rio de Janeiro e Santiago. Atualmente, há seis frequências para Santiago a partir de São Paulo e duas com origem no Rio de Janeiro.
CM

Suspensa decisão que obrigava Gol a pagar dívidas da Varig

foto - Alexandre Barros

Suspensa decisão que obrigava Gol a pagar dívidas da Varig

Decisão foi do ministro Marco Buzzi, do STJ

Marco Buzzi concedeu medida liminar para sustar ação que determinava à Gol Linhas Aéreas assumir e honrar títulos firmados contra a extinta Varig
Brasília - O ministro Marco Buzzi, do Superior Tribunal de Justiça, concedeu, na última sexta-feira, medida liminar para sustar uma ação que tramita na 58º Vara do Trabalho do Rio de Janeiro, e que determinava à Gol Linhas Aéreas assumir e honrar títulos firmados contra a extinta Varig. O ministro também entendeu que o juízo competente para resolver todas as medias urgentes relativas à Varig é da 1ª Vara Empresarial fluminense, que cuida do processo de recuperação judicial daquela empresa arrematada pela Gol.
A Gol recorreu ao STJ, em conflito de competência, sob a alegação de que o juízo trabalhista estaria adotando atos que a obrigam a honrar títulos firmados contra a Varig. Para a defesa da Gol, a companhia arrematou judicialmente a Unidade Produtiva Varig (UPV), "com o compromisso de que a transferência patrimonial não implicaria assunção do passivo da empresa (Varig)". O juízo trabalhista estaria contrariando esse acordo.
Juízo da recuperaçãoDe acordo com o relator do conflito, ministro Marco Buzzi, o STJ firmou jurisprudência no sentido de que a competência para processar e julgar execuções trabalhistas ou de outra natureza propostas contra a Varig e a VGR Linhas Aéreas S/A é do "juízo universal". Ele acolheu a consideração de que, quando da arrematação judicia, ficou mesmo ressalvado, nos termos da Lei 11.101/05, que "a transmissão patrimonial não implicaria a assunção do passivo da empresa em recuperação pela arrematante".
Diante dos precedentes, segundo ele, ficam evidentes os pressupostos da medida liminar – plausibilidade do direito alegado e risco de dano irreparável –, porque constam dos autos informações indicando que o juízo trabalhista determinou a realização de atos executivos, inclusive a "constrição" de ativos da Gol.
O mérito do conflito de competência será julgado pela Segunda Seção do STJ, em data ainda a ser definida.
Fonte: JB

Cubana de Aviação volta a operar no Brasil

Cubana de Aviação volta a operar no Brasil

A empresa aérea Cubana de Aviação disponibilizará voos semanais, no próximo dia 11 de julho, saindo de São Paulo direto para capital de Cuba, Havana.


Viajar a um lindo país, rico em tradição histórica e cultural, contará com a Cubana de Aviação, empresa área que fará voo semanalmente a capital de Cuba, Havana. A partir do dia 11 de julho, a Cubana retorna a operar no Brasil, em um moderno avião, modelo russo Ilyushin IL96, com 258 assentos, sendo 18 na Classe Tropical Executiva e 240 na Classe econômica.
Serão 07 horas e meia de puro aconchego, no voo de São Paulo a Havana. Segundo Pedro Ursula, atual diretor da Cubana no Brasil, com essa nova aeronave os passageiros terão mais conforto e comodidade, coisa que outras companhias aéreas que voam hoje do Brasil para Cuba não oferecem. "Hoje, qualquer voo entre São Paulo e Havana demora mais de dez horas, por causa do tempo de conexão", pontua Ursula.
fOutro detalhe especial é o voo direto, sem escala, já que a aeronave tem capacidade de abastecer 116 toneladas de combustível, o que corresponde a 13.500 quilômetros e a um tempo de um voo de 14 horas. Além dessas vantagens, os passageiros ainda vão desfrutar de um delicioso cardápio de bebidas e comidas cubanas, durante a viagem.
Os aviões partirão de Havana todas as quartas-feiras às 15h40, aterrissando em Guarulhos à 00h50. Já os voos sairão da capital paulista às 2h50, chegando em Cuba às 10h10.
Histórico
Fundada em 8 de Outubro de 1929 quando em todo mundo existiam apenas 29 empresas aéreas, a Cubana de Aviação é a maior companhia aérea cubana e tem sua sede em Havana, capital de Cuba. Ela é uma das companhias líderes na região e opera em cooperação com a Air Jamaica, Air Europa e a Aeroflot.
Em 1932 foi vendida para a gigante americana PanAm, que retirou Curtiss do nome da empresa. Em 1944 o nome da empresa muda novamente para Compañía Cubana de Aviación. Em 1945 a PanAm perde a maioria das ações da empresa que ficam na mão de investidores cubanos ficando com 42% da companhia.
O primeiro vôo internacional é realizado em maio de 1945 para Miami usando aviões DC-3 tornando a Cubana a primeira empresa latino-americana a voar para Miami.
Em maio de 1959 ocorre a estatização da empresa que tem seu nome alterado para Empresa Consolidada Cubana de Aviación.
A empresa tinha operado no Brasil entre 1993 e 2005, mas a partir desta data passou a trabalhar em regime de parceria com companhias nacionais, como TAM e Gol.

quinta-feira, 30 de maio de 2013

11 dicas para facilitar a viagem de avião com as crianças

11 dicas para facilitar a viagem de avião com as crianças

Como você viajava antes de ter filhos? Você era daquelas que jogava uma mochila nas costas e ia sem rumo, ou você era uma executiva organizada que tinha a sua mala de rodinhas pronta, com porta documentos, passagem e passaporte sempre arrumados? Seja qual for o estilo, se você virou mãe, passou a conhecer um novo tipo de viagem e “(des)organização”! Costumo dizer e acredito profundamente que viajar com crianças não é um bicho de 7 cabeças, mas é verdade que há que se adaptar a novos parâmetros!
Para dar uma ajudinha, fiz uma lista de pontos para lembrar na sua próxima viagem de avião em família:
ANTES:
- documentos: para viagem internacional, passaporte em dia (c/ identidade ou Certidão de Nascimento, já que o novo modelo de passaporte não mostra filiação) e Autorização de viagem Internacional de menor, se necessário.
- cartão de milhagem que já pode ser feito a partir dos 2 anos da criança (pelo site da companhia).
- pedir e reservar refeição especial para crianças. Em voos internacionais, muitas companhias hoje em dia propõem refeições especiais para crianças, com porções menores e alimentos mais fáceis de comer (purê, almôndegas, etc...), além de mimos como biscoitos, iogurte, chocolate...
- chegar cedo no check in se precisar de berço (em caso de viagem internacional e para crianças abaixo dos 6 meses/ 10Kg). Se a criança for maior e tiver acostumada com sling, também pode ser uma boa opção para ficar bem acomodada.
- se a criança for maior, não sentar na primeira fileira, onde os encostos da cadeira não levantam (impossibilitando que a criança deite no seu colo, por exemplo).
- é melhor a família inteira estar com roupas confortáveis, tanto as crianças quanto os pais! Mães, evitem decotes, roupa branca, brincos pendentes... é melhor que estejam “disponíveis” durante a viagem e preocupadas com outras coisas! Vamos simplificar! ;-)
- se levarem o carrinho (item que eu considero essencial), ele pode ir até a porta do avião, onde será despachado e não conta como bagagem!
DURANTE:
- tirar uma foto dentro do avião! Já tiramos tantas, porque não guardar lembrança desse momento especial?
- preparar uma bolsa/mochilinha com itens para divertir a criança: coisas para pintar e desenhar, livros, brinquedos pequenos. Gosto muito do “efeito surpresa”: um livro novo, cartelas de adesivos, novo brinquedo de 1,99 que “sacamos da manga” em momentos críticos (sempre funciona). Outro item muito útil: um DVD portátil ou um Ipad com fone de ouvido para não incomodar o vizinho.
- na sua bolsa (pessoalmente prefiro uma mochila, para ter as mãos livres): fraldas, lenços umedecidos (que deixo no bolso da frente assim que entro no avião e que serve durante a viagem inteira para limpar as mãos ou uma eventual sujeira...), muda de roupa (incluindo uma camiseta para você), um casaco (o ar condicionado do avião muitas vezes é gelado) e um lanche: biscoitos, barra de cereal, água ou suco que pode ser comprado assim que passar o raio X. É essencial ter isso em mãos para não depender da equipe de bordo que nem sempre está disponível! Se a criança tomar mamadeira, podem levar as quantidades de leite em pó necessárias em uma vasilha com compartimentos próprios para isso.
- importante dar mamadeira, peito, água, suco, qualquer coisa para a criança engolir durante a decolagem e pouso do avião, para ajuda-la a tirar a compressão do ouvido.
De resto e item essencial: ficar calma, pois afinal de contas, a criança sente a sua insegurança e stress! Peça ajuda se precisar! Mas vá tranquila, vai dar tudo certo! Boa viagem!
Fonte: Sut-Mie Guibert, do blog Viajando com Pimpolhos, é mãe da Clara, 5 anos e Nina, 2

Avião com destino ao Chile sobrevoa SP por 3 horas e volta a Guarulhos


Avião com destino ao Chile sobrevoa SP por 3 horas e volta a Guarulhos

 

Voo partiu às 17h54 e chegaria às 20h55, mas pousou em SP às 20h44.
LAN diz que houve falha em trem de pouso e que piloto fez ação correta.

 

Uma pane em um Airbus da LAN que seguia de São Paulo para Santiago, no Chile, fez com que o piloto retornasse ao Aeroporto Internacional de Cumbica, em Guarulhos, de onde partiu, três horas depois da decolagem na terça-feira (28).
Durante este período, a aeronave ficou dando voltas sobre o estado de São Paulo, segundo o site Flight Radar 24, que acompanha os voos no espaço aéreo brasileiro. Segundo o comandante Carlos Camacho, do Sindicato dos Aeronautas, o rastreamento feito pelo site é confiável.
A empresa não comentou o sobrevoo sobre o estado, afirmando que o procedimento adotado pelo piloto foi correto e que o aeroporto de Cumbica era o previsto para retorno em caso de algum problema.
O voo LA 753, operado pela Lan diariamente de Guarulhos, estava previsto para decolar às 17h35 de terça. A decolagem, com atraso, ocorreu às 17h54, segundo o Gru Airport, que administra o aeroporto de Cumbica.
Em vez de seguir para o destino, o Aeroporto Comodoro Arturo Merino Benítez, em Santiago, o Airbus ficou sobrevoando o estado de São Paulo até as 20h44, quando pousou de volta em Guarulhos. A previsão da companhia era que o voo pousasse no Chile às 20h55.
Segundo a LAN, houve um problema no trem de pouso do Airbus, que foi detectado pelo comandante na primeira hora de voo. Por isso, os pilotos decidiram retornar. A LAN não informou o motivo do piloto ficar sobrevoando São Paulo antes do novo pouso.
A empresa disse que a aeronave retornou para Guarulhos porque "todo avião, antes de decolar, tem um plano traçado para onde deve voltar caso algum problema seja identificado" e que o procedimento seguiu protocolos de segurança.
O desembarque ocorreu sem problemas e os passageiros serão realocados em novo voo, previsto inicialmente para a tarde desta quarta-feira (29), de acordo com a empresa.
A aeronave, um A-320, tem capacidade para 156 passageiros. O grupo Latam Airlines, que responde pela TAM pela LAN após a união das empresas, não informou quantas pessoas estavam a bordo.
Rota mostra voltas sobre o estado
O mapeamento da rota feita pelo LA 753 após a partida mostra que, em um primeiro momento, a aeronave se posicionou em direção a fronteira do país, mas, em seguida, mudou o rumo em diversas direções pelo interior de São Paulo. Entre subidas e descidas, mudou a rota para Jundiaí, Campinas, São José dos Campos e Rio de Janeiro, informou o site Flight Radar 24. O G1 foi informado do fato por um leitor por meio do VC no G1.
Segundo Camacho, se acompanhado em tempo real, o site tem um atraso de no máximo dois minutos.
Para o diretor do Sindicato Nacional dos Trabalhadores na Proteção ao Vôo, Francisco José da Silva Cardoso, a ação do piloto, de ficar dando voltas antes de pousar, serviu para gastar combustível. “Para voos de longo curso, como este, que tem mais de quatro horas de duração, o avião decola com tanque cheio. Se há um problema no trem de pouso, não haveria como fazer um pouso de imediato, devido aos riscos. O procedimento do piloto foi normal e previsto”, afirmou Cardoso.
A tese dele é que o trem de pouso pode ter ficado emperrado na decolagem, não recolhendo corretamente. “O avião não teria, neste caso, como seguir para Santiago. Aqui em Guarulhos as condições para ele pousar seriam melhores”, disse o diretor.
Já para Camacho, no entanto, não era necessário o piloto dar tantas voltas para retornar para fazer o pouso, pois a aeronave comportaria um pouso em Cumbica com peso semelhante ao da decolagem.
O Serviço Regional de Prevenção e Investigação de Acidentes Aeronáuticos (Seripa), subordinado à Aeronáutica, informou que não foi notificado do caso.
Veja abaixo a nota da LAN:
"A LAN informa que o seu voo LA 753, que fazia a rota entre São Paulo e Santiago, na noite de ontem (28), teve que retornar à cidade de origem, devido a uma pequena falha no sistema do trem de pouso do avião, detectada pelo comandante durante a primeira hora de voo. Em conformidade com os procedimentos estabelecidos, a aeronave retornou ao Aeroporto Internacional de Guarulhos, onde os passageiros foram desembarcados sem problemas. Eles serão realocados em outra aeronave para realizar o voo hoje (29 de maio).
O procedimento realizado é estabelecido pelos protocolos operacionais e de segurança da empresa, visando proteger a integridade e o bem-estar de seus passageiros.
A companhia providenciou serviços de alimentação e hotel para todos os passageiros.
A LAN lamenta o transtorno e os inconvenientes que o evento possa ter causado aos seus clientes, mas reitera o seu compromisso com a segurança como um valor inegociável dentro de seus padrões operacionais"

Fonte: G1

Cresce tráfego de passageiros no Aeroporto de Guarulhos


Cresce tráfego de passageiros no Aeroporto de Guarulhos
Em abril, 2,7 milhões de passageiros embarcaram ou desembarcaram no terminal, um volume 4,5% superior ao do mesmo período de 2012.
São Paulo – Cresceu 4,5% o tráfego de passageiros no Aeroporto Internacional de Guarulhos (GRU Airport), em São Paulo. De acordo com informações divulgadas nesta quarta-feira (29), passaram pelo terminal 2,732 milhões de viajantes em abril. No mesmo período de 2012, foram 2,615 milhões.
No acumulado do ano, 11,192 milhões de passageiros embarcaram ou desembarcaram ali, um aumento de 4,8% em relação ao período de janeiro a abril de 2012. Dos viajantes que passaram pelo aeroporto neste ano, 7,1 milhões eram de voos domésticos e 4,03 milhões de voos internacionais. O GRU Airport também informou que o movimento de aeronaves cresceu 1,1% em relação a abril de 2012 e chegou a 22.743 pousos e decolagens. No entanto, o fluxo de aeronaves no ano está 3,3% menor do que em 2012 e soma 89.553 pousos e decolagens.
Fonte: AMBA