domingo, 30 de junho de 2013

PLANTÃO APOSENTADOS DA VARIG

PLANTÃO APOSENTADOS DA VARIG







Acabei de saber que a luz já foi normalizada dentro do Instituto Aerus. Amanhã todos lá pessoal. Nossa Manifestação começa com concentração na Candelária e depois seguimos em frente e ficamos em frente ao Prédio do AERUS. Vamos todos fazer uma Senhora Manifestação em frente ao Prédio do AERUS. Todos juntos pela nossa dignidade. Chega de sermos enganados, espezinhados e humilhados. NOSSO DOMINGO ESTÁ CHEGANDO.



repassando Srº  José Paulo De Resende







PLANTÃO DOS APOSENTADOS DA VARIG

PLANTÃO APOSENTADOS DA VARIG





O interventor do AERUS o Sr. Pereira mandou desligar a energia para pressionar nossos amigos guerreiros que estão confinados.
Com isso a transmissão ao VIVO poderia ser interrompida. 
Podemos perceber que as autoridades já estão se incomodando, agora cabe a nós que estamos aqui fora pressionarmos, para fazer valer os nossos direitos, a manifestação é legítima, o Aerus nos pertence.
Nossos amigos merecem respeito e dignidade, são idosos, a falta de energia no Aerus acarretaria mais incômodo, com a falta do ar, e carregamento dos celulares para se comunicarem com seus familiares, sem contar na pressão psicológica.
A pouco a energia voltou, a pedido do próprio interventor.

Não vamos permitirmos tal abuso, iremos para a porta do Aerus se necessário for para impedir que tal ato volte a acontecer, são idosos, mais possuem familiares jovens e com vigor.
Divulguem, repassem, eles estão confinados, NÓS NÃO ESTAMOS!!!!!




Um verdadeiro absurdo fazer isso, quero informar Srº  Pereira que o Instituto pertence as aposentados da VARIG, não do Governo eles tem todo direito de estar la.

Atenção variguianos temos que tomar nossa fundação de volta também pertece aos aposentados foi isso que Ruben Berta deixou escrito no estatuto tem muitas empresas la  rede tropical etc..

Um abraço,

Alexandre Barros. 


   

PLANTÃO APOSENTADOS DA VARIG Ricardo Boechat defende Aposentados Aerus Varig

Plantão dos nossos aposentados da VARIG





PESSOAL DO AERUS VARIG E TRANSBRASIL AMANHÃ A PARTIR DAS 10 HORAS DA MANHÃ CONCENTRAÇÃO NA CANDELÁRIA. DEPOIS VAMOS SAIR EM PASSEATA PELAS CALÇADAS DA AVENIDA RIO BRANCO E PARAMOS EM FRENTE AO PRÉDIO DO AERUS ( ESQUINA DE RIO BRANCO COM RUA DO OUVIDOR ) E CONTINUAMOS NA NOSSA MANIFESTAÇÃO APOIANDO O NOSSO PESSOAL QUE SE ENCONTRA ACAMPADO NO PRÉDIO DO AERUS. OUTROSSIM......SE HOUVER TAMBÉM UMA MANIFESTAÇÃO DE APOSENTADOS BRASILEIROS QUE ESTÁ PROGRAMADA AQUI NA INTERNET PARA AS 10 HORAS DA MANHÃ NA CINELÂNDIA PODEMOS TAMBÉM IR PARA LÁ DEPOIS DE MACIÇA PRESENÇA EM FRENTE AO PRÉDIO DO AERUS.

OUTROSSIM INFORMO A TODOS QUE HÁ TAMBÉM NA INTERNET,E ESTA É UMA MANIFESTAÇÃO DA FAAPERJ _ FEDERAÇÃO DE ASSOCIAÇÕES DE APOSENTADOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO -, UMA MANIFESTAÇÃO MARCADA PARA ÀS 16 H0RAS NA CANDELÁRIA. EU DEVO FICAR NO RIO DE JANEIRO PARA ESTA MANIFESTAÇÃO DA FAAPERJ QUE VAI OCORRER POR VOLTA DAS 16 HORAS. 

O IMPORTANTE É QUE TEMOS QUE NOS CONCENTRAR NA CANDELÁRIA A PARTIR DAS 10 HORAS DE AMANHÃ DIA 01 DE JULHO DE 2013 E DEPOIS IRMOS CAMINHANDO PELA AVENIDA RIO BRANCO ATÉ A ESQUINA DE RIO BRANCO COM RUA DO OUVIDOR ( PRÉDIO ONDE ESTÁ O INSTITUTO AERUS AGORA ) E LÁ FAZERMOS UMA GRANDE MANIFESTAÇÃO APOIANDO PRINCIPALMENTE TODOS OS NOSSOS COLEGAS QUE LÁ SE ENCONTRAM.

É CHEGADA A HORA DE NÃO MAIS FICAR EM CASA E IRMOS PARA AS RUAS MACIÇAMENTE PARA MOSTRAR O QUE FIZERAM CONOSCO.

ESPERO UMA GRANDE NÚMERO DE APOSENTADOS, PENSIONISTAS E DE DEMITIDOS VARIG AMANHÃ NA CANDELÁRIA A PARTIR DAS 10 HORAS DA MANHÃ - MOVIMENTO ACORDO JÁ!

Nos do blog AVIAÇÃO MUNDIAL estamos apoiando esse movimento

Um abraço a todos,

Alexandre Barros.

sábado, 29 de junho de 2013

Governo do RN troca empresa que construirá acessos a novo aeroporto

Redução de prazo gerou impasse entre DER e vencedora de licitação. Segundo diretor Demétrio Torres, obras devem começar em julho.
Um impasse entre o Governo do Rio Grande do Norte e a empresa responsável pela construção dos acessos ao Aeroporto de São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal, atrasou o avanço da obra. A meta é que a obra, orçada em R$ 73 milhões, esteja pronta até a Copa do Mundo de 2014, cujo evento Natal será subsede. Governo afirma que nova empresa será contratada para continuar obra.
De acordo com o diretor geral do Departamento de Estrada e Rodagens (DER), Demétrio Torres, o impasse com a empresa vencedora da licitação aconteceu porque o governo quis reduzir o prazo de entrega dos acessos. “A empresa tinha até 24 meses para executar a obra. Agora estamos solicitando que ela execute em 11 meses”, afirmou.
O diretor afirmou que a redução foi solicitada devido à redução do prazo de construção do Aeroporto de São Gonçalo. “Nós solicitamos que a empresa compatibilizasse o cronograma dela para concluir com o aeroporto. A empresa aceitava com uma condição: se nós fizéssemos uma adequação dos preços, porque, ela, isso geraria novos custos e ela não poderia executar a obra com aquele valor”, afirmou.
O impasse fez com que o Governo procurasse as outras empresas que participaram da licitação. “Nós precisávamos aproveitar essa licitação por conta do tempo. Fomos às outras empresas fazer a mesma consulta. A segunda colocada na licitação, aceitou fazer a obra nessas condições que o DER solicitou”, revelou. “Chegou-se a conclusão de fazer um distrato amigável e contratar a outra empresa”, concluiu.
Início da obra
A obra de construção dos acessos ao terminal devem continuar a partir de julho. “Estimo que até o dia 10 de julho nós vamos estar com máquinas no campo. Esse é um prazo razoável. É importante também dizer que a obra já foi iniciada, porque foram feitas topografia, instalações e locação da obra. Já estou, hoje, com 17 dos 30 quilômetros liberados para fazer a obra. A obra estava sendo iniciada enquanto se discutia essa questão”.

Fonte: G1

Band e Avianca fecham parceria para programação de bordo

Band e Avianca fecham parceria para programação de bordo

Exibição é resultado de parceria firmada entre Band Content Distribution, área responsável pela distribuição de conteúdos do Grupo Bandeirantes, e a companhia

Disponíveis nas principais operadoras de TV por assinatura, os canais apresentam jornalismo 24 horas, com abrangência de conteúdo e dinamismo
São Paulo - A partir da próxima segunda-feira (1), a Avianca passa a exibir conteúdo jornalístico produzido pelos canais Bandnews e Bandsports em sua programação de bordo nas aeronaves A319 e A320.
A exibição é resultado de parceria firmada entre o Band Content Distribution, área responsável pela distribuição de conteúdos do Grupo Bandeirantes, e a companhia aérea.
Disponíveis nas principais operadoras de TV por assinatura, os canais apresentam jornalismo 24 horas, com abrangência de conteúdo e dinamismo.
“A parceria enfatiza nosso objetivo em oferecer às diversas plataformas do mercado conteúdos variados, qualificados, e que se enquadrem da melhor forma às diferentes necessidades de cada cliente. Em conjunto com a Avianca, identificamos as melhores soluções de conteúdo para o entretenimento a bordo da companhia e, tendo a produtora Band por trás da operação, pudemos customizar os produtos na medida certa, adequando conteúdo, formato e entrega”, afirma Maria Leonor Saad, diretora do Band Content Distribution.


Aeroporto de Dubai movimenta 19% mais

Aeroporto de Dubai movimenta 19% mais




O movimento no Aeroporto Internacional de Dubai em maio foi de 5.218.832 passageiros, um aumento de 19% em comparação com o mesmo mês do ano passado, de acordo com informações divulgadas na quarta-feira (26) pela administradora do terminal aéreo.




Foi o quinto mês consecutivo que o aeroporto registrou movimentação acima de 5 milhões de pessoas.
No acumulado de janeiro a maio, o número de passageiros superou 27 milhões, um crescimento de quase 17% sobre o mesmo período de 2012. Os maiores avanços percentuais ocorreram no número de passageiros oriundos do Leste Europeu, Oceania e Ásia/Pacífico. Em termos absolutos, os principais acréscimos foram de pessoas originárias da Europa Ocidental, dos países árabes do Golfo e do subcontinente indiano.
Fonte: Agência de Notícias Brasil Árabe

Gol recebe jato número 80 da Boeing; confira

Gol recebe jato número 80 da Boeing; confira

O jato número 80 da aérea brasileira (foto divulgação Boeing)
O jato número 80 da aérea brasileira (foto divulgação Boeing)
Boeing entregou nesta semana, na fábrica de Seattle, nos Estados Unidos, o jato de número 80 da Gol. Trata-se de um 737-800 Next Generation, com Sky Interior.

Passaredo lança voo entre Salvador e Valença (BA)

Passaredo lança voo entre Salvador e Valença (BA)

Passaredo Linhas Aéreas realiza neste sábado o voo inaugural da rota entre Salvador e Valença (BA). Esta será a primeira linha comercial a operar no aeroporto da cidade do Baixo Sul baiano, que desde a inauguração, em 2000, só operava voos de táxi aéreo e de aviões particulares.

A operação será semanal e foi viabilizada graças ao decreto assinado pelo governador do Estado, Jaques Wagner, que prevê a redução da alíquota do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o combustível de aeronaves para voos regionais. Como a Passaredo já atua em cidades como Barreiras e Vitória da Conquista, o tributo terá uma diminuição de alíquota de 17% para 10%.

As passagens para a nova rota, que podem ser compradas a partir de R$ 49, já estão disponíveis para venda no website da companhia www.voepassaredo.com.br.

Companhia aérea testa etiqueta para malas com conexão sem fio

Passageiro poderá criar etiqueta com aplicativo. Etiqueta usará papel digital para ser reutilizada.
A British Airways vai lançar em 2014 etiquetas para bagagens que usam papel digital similar ao do Kindle para serem reutilizadas. Após fazer o check-in na internet, o passageiro poderá usar o aplicativo da companhia aérea para criar uma etiqueta nova para a sua bagagem. Ao segurar o smartphone em frente à etiqueta eletrônica, ela é atualizada automaticamente com um código de barras único com informações sobre o voo e o próximo destino da mala.
O programa ainda não está disponível para o público. Atualmente, ele usa o NFC – tecnologia que permite transmitir dados entre dois aparelhos ao aproximá-los. Porém, no lançamento, as etiquetas não devem usar o NFC já que a British Airways quer que o aplicativo seja compatível com todos os smartphones – como o iPhone, que não conta com conexão NFC.
De acordo com o site “Engadget”, as etiquetas foram desenvolvidas em conjunto com a consultoria Designworks, mas o design ainda não foi finalizado. A partir de julho, a British Airways irá distribuir as etiquetas aos funcionários para um teste de três meses. Após o período de teste, a empresa deve finalizar o projeto com uma tecnologia mais comum, como o Bluetooth.
Outras empresas, como a Airbus, estão testando rastreadores de bagagem que usam GPS e conexão móvel. Porém, Michael Johnson, gerente de relações públicas da British Airways, disse ao site “The Verge” que a companhia aérea não viu benefício nessas tecnologias já que o GPS e dispositivos móveis devem ser desligados durante os voos.
Conforme Johnson, a British Airways está focada em reduzir o tempo gasto pelos passageiros nos aeroportos. Ele estima que os passageiros poderão despachar suas malas em apenas 35 segundos com as novas etiquetas.
Fonte: G1

Executivo da Boeing pede melhorias nos aeroportos do Brasil

Al Bryant diz que é preciso resgatar o prazer do passageiro em voar. Vice-presidente da Boeing participou de seminário em SP nesta quinta.
Convidado a dar uma palestra especial sobre como a aviação pode ajudar a fazer a diferença no Brasil, o vice-presidente do centro de Pesquisa e Tecnologia da Boeing no Brasil, Al Bryant, aproveitou para citar pontos que precisam ser melhorados nos aeroportos do país para garantir uma experiência agradável ao passageiro.
O executivo falava sobre o enorme mercado que a América Latina – e o Brasil, em especial – representam para a aviação. De acordo com pesquisas da Boeing, com base em projeções para o período que vai de 2012 a 2032, a América Latina deve precisar de cerca 2,9 mil novas aeronaves.
Diante disso, a Boeing, entre outras fabricantes, trabalha para atender esta demanda e criar aeronaves que resgatem o prazer do passageiro de voar, disse Bryant. Foi aí que o VP da Boeing aproveitou para citar pontos que, em sua opinião, podem ser melhorados no sistema aeroportuário brasileiro.
“Os aeroportos desempenham um papel importante na experiência de voar. (...) Você está seguindo para o aeroporto, no tráfego de São Paulo, e você está quase atrasado, e começa a ficar tenso e chega [ao aeroporto] e se depara com uma fila”, disse.
“Você chega ao aeroporto, faltam 15 minutos para o horário de embarque, você quer uma xícara de café e aí tem uma fila de 30 minutos para conseguir comprar uma xícara de café”, comentou.
Ele questiona o que poderia ser feito para melhorar a experiência do passageiro, e sugere, por exemplo, a adoção de um sistema mais eficiente de check in, mais pontos de informação ao passageiro, mais placas de sinalização no aeroporto, melhorias na segurança para quem viaja com frequência.
Bryant comenta também que seria oportuno pensar em como deixar as áreas de espera dos aeroportos mais confortáveis, com menos barulho. “Há muitas questões para pensarmos”, comentou.
Durante sua palestra, o executivo da Boeing comentou que o crescimento das viagens aéreas tem sido constante desde 1980, “apesar de tempos difíceis”, citando recessões, crises financeiras, choques do petróleo e até o 11 de Setembro – fatores que atingiram o setor aéreo.
Ele lembrou que a economia mundial está crescendo em torno de 3,2% ao ano, mas que o crescimento do número de passageiros ocorre num ritmo maior.
Al Bryant participou do evento “Aerobrasil 2013 – I Seminário Nacional de Aeroportos”, realizado nesta quinta-feira (27) em São Paulo. O evento reuniu profissionais de empresas do setor aéreo, fabricantes e representantes do governo.
Fonte: G1

Valorização do dólar incentiva as exportações da Embraer

A recuperação da economia americana já apresenta reflexos nos negócios com o Brasil.
Principalmente no setor de aviação. Somente no primeiro trimestre deste ano, a demanda de pedidos da Embraer atingiu US$ 13,3 bilhões, com destaque para a venda de jatos comerciais e do segmento de defesa e segurança. Entretanto, não só a retomada americana é responsável pelo aumento das exportações: a valorização do dólar frente ao real e os pacotes de incentivos fiscais à indústria aprovados pelo governo federal são fatores que contribuem para o crescimento de uma das maiores exportadoras brasileiras.
Integrante do Conselho Regional de Economia de São Paulo e da Ordem dos Economistas do Brasil, Afonso Arthur Neves Baptista afirma que a valorização do dólar beneficia grandes exportadoras e importadoras brasileiras como a Embraer e a Petrobras. “A desoneração de impostos com objetivo de estimular o setor e manter os empregos está incentivando a companhia a aumentar o seu desenvolvimento e competitividade”, explica.
O governo tem dado incentivos a setores como o da aviação civil e o da indústria automobilística, desonerando e diminuindo a carga tributária. “Isso tem ajudado muito, porque a política da presidente é manter os empregos”, aponta Baptista. Para ele, isso se reflete na demanda da Embraer. “O mercado da aviação civil cresceu muito por causa dos trabalhadores e da competitividade entre várias companhias aéreas, que baixou as tarifas e fez mais gente passar a viajar de avião”, analisa.
Em 2012, a Embraer entregou um total de 106 aeronaves comerciais e 99 aeronaves executivas. A expectativa para este ano é entregar de 90 a 95 jatos comerciais, de 80 a 90 jatos executivos leves e de 25 a 30 jatos executivos grandes. Dessa forma a companhia espera atingir um total de receita líquida entre US$ 5,9 bilhões e US$ 6,4 bilhões. A contribuição aproximada de cada negócio na receita líquida da Embraer deve ser formada pela aviação comercial, representando 52% das vendas; aviação executiva, com 25%; defesa e segurança, com 21%; e outros negócios, responsáveis por 2%.
Somente no primeiro trimestre de 2013, a Embraer entregou 17 aeronaves comerciais e 12 executivas, representando uma redução de 4 e 1, respectivamente, em relação ao mesmo período de 2012. “Essa queda é sazonal. Tem influência da produção, da linha de montagem. Não podemos levar em consideração que seja menos pedidos. Acredito que a empresa tenha trabalhado menos dias, em função dos feriados, e, por consequência, produzido menos”, diz Baptista.
Como resultado, mesmo com a quantidade menor de aviões entregues, em conjunto com o faturamento da crescente área de defesa e segurança, a receita líquida do primeiro trimestre atingiu R$ 2,156 bilhões. “O faturamento teve um aumento de 6%, em comparação ao primeiro trimestre de 2012, por causa da alta do dólar, dos incentivos à indústria e da redução de tributos”, afirma o economista.
Os investimentos da empresa em tecnologia também estão contribuindo para o saldo positivo, pois diminuem as importações de equipamentos. Segundo Baptista, embora a Embraer ainda compre tecnologia do exterior, reduziu suas importações por causa do aprimoramento do parque industrial, que ficou mais competitivo pela redução da tributação.
Para o resto do ano de 2013, de acordo com a empresa, o investimento esperado deve totalizar US$ 580 milhões. Esta valor será dividido em três áreas: US$ 100 milhões devem ir para pesquisas; US$ 300 milhões para o desenvolvimento de produtos; e US$ 180 milhões devem ser consumidos por gastos de capital.
Fonte: Economia Terra

Aeroportos pelo Brasil derrapam na tradução e confundem turistas

A Copa das Confederações começou há mais de uma semana, mas aeroportos de algumas sedes da competição ainda patinam em estrutura e organização.
No setor de embarque do Aeroporto Internacional de Brasília, cidade que recebeu a partida de abertura entre Brasil e Japão, as placas de sinalização confundem os estrangeiros com as traduções mal elaboradas.
O viajante que não entende um níquel da língua portuguesa e deseja procurar os portões B, C, D, E, F e G da ala de embarque doméstico pode ficar confuso. A sinalização indica em português os "portões de A a H", mas apresenta em inglês a equivocada tradução para "portões A and H", ou seja: "portões A e H".
O Aeroporto Internacional Tancredo Neves, em Confins, localizado na região metropolitana de Belo Horizonte, parecia abrigar um festival de mímicas no último sábado. Os torcedores japoneses, que desembarcaram para acompanhar a partida contra o México, sofreram para obter informações das empresas responsáveis pelos serviços de táxi.
Sorridentes, os japoneses mostravam mapas, entregavam folhetos ou apontavam para o horizonte na frustrada esperança de se fazerem entender Os funcionários respondiam em português, balançando as maquininhas de cartão de crédito:
"Você pode pagar com cartão, pode sim. Caso seja em dinheiro, pague para o motorista do táxi".
Japoneses e atendentes entraram em "loop infinito" (aquela definição dada pelos estudiosos de tecnologia para determinar uma situação que se repete interminavelmente em um programa de computador). Nenhum funcionário das empresas credenciadas pelo aeroporto de Confins para oferecer táxis aos turistas sabia falar em inglês.
No Rio de Janeiro, as escadas rolantes do setor de embarque para voos domésticos do aeroporto Santos Dumont estavam desligadas no último sábado. Pequenos totens próximos às rolantes direcionavam as pessoas para os elevadores.
Fonte: Copa do Mundo Uol

O Intercontinental Hotels Group (IHG) abriu hoje o Holiday Inn Guayaquil Airport, em Guayaquil, no Equador.

O Intercontinental Hotels Group (IHG) abriu hoje o Holiday Inn Guayaquil Airport, em Guayaquil, no Equador.
O novo hotel oferece 122 apartamentos distribuídos em sete andares e fica adjacente ao Aeroporto Internacional José Joaquin de Olmedo. É o segundo hotel do IHG no país, sendo que o primeiro é o Holiday Inn Express Quito.
O hotel é de propriedade da BPO Asesores Empresariales S.A. sob contrato de franquia com uma empresa do IHG.
“Estamos muito entusiasmados com a inauguração deste Holiday Inn”, diz o vice-presidente para Serviços Estratégicos de Marketing do IHG México, América Latina e Caribe, Gerardo Murray. “Guayaquil é um local ideal para nós, já que atrai os viajantes que vem a negócios e também a lazer; há muito para se ver e fazer, com a sua história, os museus e os restaurantes. O hotel está na proximidade do centro de convenções da cidade, do centro comercial e de diversos e excelentes locais para as compras.”
O hotel oferece piscina ao ar livre, business center, fitness center com vista do aeroporto e da cidade, bar no lobby, restaurante, oito salas de reuniões com capacidade para até 230 pessoas, além de serviço de transporte ao aeroporto de cortesia – dista 4 minutos a pé do aeroporto –, internet de alta velocidade cortesia.
Fonte: PanRotas

REPORTAGEM NO JORNAL DA GLOBO

PLANTÃO VARIG


   Ex-funcionários da Varig e da Transbrasil     ocupam sede da Aerus no Rio


BLOG AVIAÇÃO MUNDIAL COBERTURA COMPLETA 24 HORAS




VEJAM AS FOTOS DO MOVIMENTO A SEGUIR

























Todas as fotos são do fotógrafo - PAULO RESENDE

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Grupo de aposentados protesta contra o fundo de pensão Aerus


PLANTÃO VARIG 



Essa foto era do tempo que o Brsasil tinha  uma empresa aerea de bandeira 




Grupo de aposentados protesta contra o fundo de pensão Aerus



Um grupo de ex-funcionários da Varig e da Transbrasil está acampado na sede do Aerus, o fundo de pensão das companhias aéreas, no Rio de Janeiro. Eles protestam contra a redução das aposentadorias.





Um grupo de ex-funcionários da Varig e da Transbrasil está acampado na sede do Aerus, o fundo de pensão das companhias aéreas, no Rio de Janeiro. Eles protestam contra a redução das aposentadorias.
O carinho dos colegas ameniza a tristeza de Dona Alzira, que faz aniversário nesta sexta-feira (29).
“Eu estou completando hoje 73 anos, gostaria muito que papai do céu me desse mais um ano de vida que eu não fosse passar aqui”, diz.
O grupo de ex-comissários e ex-comandantes, da Varig e da Transbrasil, está há quase 30 horas ocupando uma sala pequena do Aerus, o fundo de pensão das companhias aéreas.
Os aposentados e pensionistas protestam por terem deixado de receber a aposentadoria integral há 7 anos, quando o fundo sofreu intervenção do Governo Federal, após a falência da Varig.



“Nós pagamos por isso. Nós não estamos pedindo esmola”, aponta um dos aposentados.
E reclamam que só recebem uma porcentagem pequena do que tinham direito.
“Hoje nós estamos reduzidos a 8% do que nós ganhávamos”, afirma um outro aposentado.
O protesto começou na quinta-feira, por volta de 15h, quando os aposentados resolveram ocupar o Aerus. Foi no chão do corredor que o grupo, que tem média de idade de 75 anos, dormiu a noite passada. E todos eles já decidiram que as próximas noites também serão aqui, à espera de solução.
“O serviço especial do Governo que teria que fiscalizar o Aerus, não fiscalizou. Ninguém pagou a ninguém. Descontaram de todo mundo, descontamos a nossa vida toda. E hoje tem gente vivendo na mais absoluta miséria”, conta o aposentado Roberto Barbosa.
O órgão do governo que fiscaliza o fundo de pensão é a Superintendência Nacional de Previdência Complementar.
Em nota, a Previc declarou que respeita o direito das pessoas de explicitar seus interesses. E afirmou que a reivindicação dos aposentados extrapola a competência do órgão.
Segundo o sindicato da categoria, são quase 10 mil aposentados e pensionistas aguardando a decisão do Supremo Tribunal Federal, que ainda vai julgar duas ações. Enquanto as sentenças não saem o grupo cobra uma posição do Governo Federal.

“Nós estamos dispostos ao diálogo, sentar na mesa e encontrar a solução. O que nós não podemos é esperar mais”, declara a representante dos aposentados Graziella Baggio.


http://g1.globo.com/jornal-nacional/noticia/2013/06/grupo-de-aposentados-protesta-contra-o-fundo-de-pensao-aerus.html

32 voos cancelados no Aeroporto de Lisboa

De acordo com um comunicado da ANA - Aeroportos de Portugal, às 12h30 a situação mantém-se inalterada em relação aos dados divulgados esta manhã, excepto para o Aeroporto de Lisboa que viu o número de cancelamentos aumentar para 32 (16 partidas e 16 chegadas).
Recordamos que a situação às 10h00 (hora local) nos três Aeroportos do Continente e nos quatro aeroportos dos Açores geridos pela ANA, apontava para o cancelamento de 22 voos devido à greve geral, aumentando agora esse número para 37.
Assim, no Aeroporto de Lisboa foram cancelados 32 voos (16 partidas e 16 chegadas), no Aeroporto Francisco Sá Carneiro (Porto) foram cancelados 2 voos, no Aeroporto de Faro foram cancelados 3 voos e, nos aeroportos dos Açores geridos pela ANA, não houve qualquer cancelamento de voo.
Ainda em consequência da greve geral, têm vindo a registar-se atrasos em parte significativa dos voos.
O próximo ponto da situação será efetuado pelas 17h30.
Tendo em vista o conforto dos passageiros que têm viagens marcadas para hoje, dia 27 de Junho, a ANA recomenda a confirmação dos voos junto das respetivas companhias aéreas, seus representantes locais ou agentes de viagem, antes da deslocação para os aeroportos.
Fonte: Dnoticias/ Portugal