sexta-feira, 27 de setembro de 2013

A montagem final do primeiro A380 Asiana Airlines em andamento

Montagem do primeiro A380 para a Coréia do Sul Asiana Airlines está em andamento no final de linha de montagem da Airbus (FAL), em Toulouse, França. As principais seções do avião chegou nas últimas semanas, dos vários locais de fabricação em toda a Europa e agora estão sendo anexados na estação de montagem de estruturas (Estação 40).Asiana Airlines vai se tornar o décimo segundo operador do A380 quando se faz a entrega da primeira aeronave no segundo trimestre de 2014. A companhia aérea tem pedidos firmes para seis A380 e vai operar a aeronave em suas rotas principais de Seul para os EUA.

Avianca prevê aumentar em 30% o número de assentos em 2014

Segundo o executivo, aumento virá da substituição de aviões Fokker 100 para aviões com capacidades até 60% maiores

Brasília - A Avianca Brasil pretende aumentar em 30 por cento sua oferta de assentos em 2014 em relação a este ano, disse nesta quinta-feira à Reuters o vice-presidente Comercial e de Marketing da empresa, Tarcício Gargioni.
Segundo o executivo, o aumento do número de assentos virá da substituição de aviões Fokker 100, com capacidade para 100 passageiros, para aviões com capacidades até 60 por cento maiores, da Airbus.
Segundo o executivo, o crescimento é sustentável, pois a companhia segue com elevado índice de ocupação dos assentos. "Temos o maior índice de ocupação da indústria, uma média acima de 81 por cento", disse.
Segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a Avianca foi o destaque positivo do setor em julho, com crescimento de 47,24 por cento na demanda por assentos, num mês em que o setor como um todo teve queda de 1,71 por cento ante igual período de 2012.
O movimento de expansão da Avianca ocorre em um cenário em que as líderes do mercado doméstico, a TAM, da Latam, e a Gol, estão reduzindo as ofertas de voos.
Gargioni disse que no ano que vem a Avianca desativará todos os Fokker 100 de sua frota doméstica no Brasil, que estão sendo trocados por modelos maiores da Airbus, como o A318 e o A320.
Atualmente a empresa possui 12 Fokker 100 e deve desativar quatro deles até dezembro, enquanto sete Airbus serão incorporados à frota, dos quais quatro já foram recebidos.
Assim, a perspectiva é que a Avianca Brasil tenha no fim de 2013 uma frota de 27 aviões da Airbus.
A ideia é, em 2014, desativar os 8 Fokker restantes. "A gente planeja desativar todos os Fokker, mas não definimos quantos Airbus vamos trazer", disse.

Segundo o executivo da Avianca, a substituição das aeronaves e a expansão da oferta de assentos estão dentro do pacote de 2,7 bilhões de reais em investimentos previstos pela companhia para o período 2010-15.

quarta-feira, 25 de setembro de 2013

Vietjet compra US$8,6 bilhões em aviões Airbus e planeja IPO

Empresa vietnamita comprará a maioria dos aviões A320 usando empréstimos de bancos estrangeiros

Hanoi - A ambiciosa companhia aérea de baixo custo VietJet concordou em comprar até 92 jatos Airbus avaliados em cerca de 8,6 bilhões de dólares entre 2014 e 2022, em um movimento para aumentar sua presença no crescente mercado de aviação regional.
A empresa vietnamita comprará a maioria dos aviões A320 usando empréstimos de bancos estrangeiros, disse o diretor-geral, Luu Duc Khanh, à Reuters, por telefone.
O acordo é o mais recente pedido de grande porte de uma companhia aérea asiática por aviões da Airbus e sua rival Boeing.
Dos 92 jatos, 62 foram pedidos firmes oferecidos a preço de tabela durante o período de oito anos, com outras 30 opções de compra. A companhia aérea também planeja fazer o leasing de mais oito aviões.
A empresa também poderá fazer uma oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) em Hong Kong ou Cingapura em 2015 para financiar sua expansão fora do Vietnã, disse Khanh.

"Este acordo é um marco para nossa companhia, significa que estamos a caminho de ser uma companhia aérea multinacional de baixo custo." (Por Nguyen Phuong Linh)

Air France anuncia investimento de 500 milhões de euros

PARIS (FRANÇA) – A Air France apresentou esta manhã, durante entrevista coletiva a quase cem jornalistas do mundo todo, na feira International French Travel Market (IFTM), detalhes do “Best & Beyond”, projeto por meio do qual investirá 500 milhões de euros no aprimoramento de suas classes de assentos. A primeira fase do projeto é focada na econômica e na econômica premium: a partir de junho do ano que vem e até julho de 2016, de maneira progressiva, 44 Boeing 777 da companhia que operam rotas de longo curso, incluindo as de São Paulo e Rio de Janeiro, receberão uma série de modificações. 

Na econômica, as principais serão: monitor touch screen individual de 22,9 centímetros, um pouco maior do que os atuais; entrada USB para recarga de celulares, visualização de fotos, programação musical pessoal e leitura de arquivos em PDF; assentos com 2,5 centímetros a mais de distância; descanso de cabeça e estofado mais confortáveis e tomada para a recarga de dispositivos móveis. 

Na econômica premium, as melhorias incluem espaço entre poltronas 40% superior na comparação com a econômica; monitor de 30,5 centímetros; opção de segundo prato quente nas refeições; início da oferta de sorvetes e doces e cardápio infantil com opção de alimentos orgânicos. No total serão modificados dez mil assentos de classe econômica e 1,1 mil de econômica premium. No entretenimento de ambas serão oferecidas mil horas de programação, com destaque para a opção de 300 filmes. 

DEMAIS CLASSES

No ano que vem, durante a segunda fase do projeto, serão aprimoradas a business e a primeira classe da aérea, a La Première. “A maior parte das companhias prioriza primeiro o investimento nas categorias mais elevadas. Nós estamos começando pelas econômicas”, destacou Bruno Matheu, responsável pela área de Long-Haul Passenger Activity da Air France. “Nossa econômica está cada vez mais próxima da business”, completou, acrescentando ainda que os passageiros da econômica premium poderão desfrutar de champagne a bordo. 

O vice-presidente comercial, de Vendas e Marketing da Air France-KLM, Patrick Alexandre, disse que o objetivo é garantir a melhor experiência de viagens possível em classes econômicas: “Mas não queremos apenas satisfazer os anseios dos nossos passageiros, queremos também antecipar tendências, pois somos uma empresa que se move de maneira direta ao futuro”.

TARIFA E BRASIL
Os diretores afirmaram que não haverá aumento de tarifa em função dos investimentos. Em entrevista exclusiva ao Portal PANROTAS, a diretora de Customer Experience Long Haul da aérea, Marine Gall, disse que ainda não estão definidas as primeiras rotas a serem beneficiadas pelo Best & Beyond. “É muito cedo para saber se o Brasil estará entre os primeiros. Por enquanto, o que sabemos é que as primeiras aeronaves decolarão em junho do ano que vem", resumiu.

Após a entrevista coletiva, os jornalistas foram levados ao estande da Air France na IFTM para verem de perto como ficou a nova classe econômica. Confira fotos











Star Alliance inagura lounge em Los Angeles amanhã

O novo lounge da Star Alliance localizado no Aeroporto Internacional de Los Angeles (LAX) abre oficialmente suas portas nesta quarta-feira, dia 25. Ele ficará à disposição de todos os passageiros da Star Alliance Gold Card, Executiva e Primeira Classe. O CEO da Star Alliance, Mark Schwab, afirmou que “o fantástico novo salão em Los Angeles é testemunho do fato de que as alianças agregam valor bem acima do que as companhias aéreas individuais podem oferecer. Estamos certos de que nossos passageiros vão apreciar muito esta instalação".

Wi-fi, impressoras, fax, serviços de cópia, tomadas elétricas e portas USB estão entre as facilidades oferecidas. O lounge conta com bar para convívio, um espaço de biblioteca, uma sala de estudos e outra multimídia, além de oito espaços para banho. A nova unidade para clientes premium oferece espaço para cerca de 400 pessoas e dispõe de um terraço exclusivo ao ar livre, com vista panorâmica da pista norte em direção a Hollywood Hills. O terraço ao ar livre proporciona aos passageiros experiência sensorial complementada com fogueiras e uma parede de água.

COMPANHIAS 
As companhias aéreas que são membros da aliança no terminal são: Ana, Asiana Airlines, Eva Air, Lufthansa, Singapore Airlines, Swiss, Thai e Turkish Airlines. A Air New Zealand se mudará para o terminal em meados de 2014.

terça-feira, 24 de setembro de 2013

US DOT aprova a joint venture Delta/Virgin Atlantic ao garantir imunidade.

Em decisão divulgada hoje, o U.S. Department of Transportation (DOT) aprovou a joint venture entre a Delta Air Lines e a Virgin Atlantic Airways, ao garantir a imunidade antitruste em rotas ligando a América do Norte e o Reino Unido. Segundo as duas companhias, a aprovação é uma confirmação do claro benefício que os clientes terão com a parceria, que melhorará as opções de viagens dos dois lados do Atlântico, em particular as opções de viagens dos clientes corporativos nos mercados de Nova York e de Londres.

Quando solicitaram a aprovação do DOT, Delta e Virgin registraram que cerca de 60% dos slots no aeroporto de Heathrow em Londres são controlados pela British Airways (oneworld) e seus parceiros em joint venture. Como resultado, essas companhias dominam as viagens aéreas entre os EUA e o Reino Unido, inclusive o mercado Nova York-Londres, o mais importante mercado de negócios do mundo. Ao combinar os slots da Virgin Atlantic em Heathrow com a força do network da Delta nos EUA, a joint venture vai oferecer significativa concorrência no mercado e beneficiar clientes dos dois lados do Atlântico.

As duas companhias juntas oferecem um total de nove voos diários nonstop ligando Nova York a Londres. A partir de 30 de março de 2014, as duas companhias oferecerão mais sete voos diários e diretos entre NY e Heathrow , em horários com slots harmonizados.  A nova escala de horários incluirá partidas a cada 30 minutos no horário de pico no início da noite e de hora em hora até as 22h30 de Nova York/JFK para Londres/Heathrow  e, em sentido inverso, sete voos diários, inclusive dois com partidas no final da tarde/início da noite. Esses serviços serão complementados por dois voos diários nonstop entre o Newark Liberty International Airport e o London Heathrow.


As duas companhias aéreas vão trabalhar juntas para coordenar outros horários e rotas. Combinadas, as companhias vão operar um total de 32 voos diários e diretos entre a América do Norte e o Reino Unido, 24 dos quais entre Heathrow e grandes destinos nos EUA como Los Angeles, San Francisco, Atlanta e Washington.

A Turkish Airlines divulga novas conexões de voos entre o Brasil e o Japão


Turkish Airlines mobilizou suas equipes comerciais do Brasil e do Japão para divulgar as novas conexões para aquele país a partir de novembro. O Japão é um dos destinos mais comercializados pela Turkish Airlinese e agora passa a contar com boas conexões a partir do Brasil.  “O mercado japonês é tradicionalmente muito importante para a Turkish Airlines e, agora que a rota a partir do Brasil passa a contar com uma boa conexão, queremos que os brasileiros que vivem fora saibam disso”, disse Atagun Kutluyuksel, diretor da empresa no Brasil. Desde o começo de julho, a Turkish Airlines  oa todos os dias de São Paulo para Istambul, na Turquia, com conexões para Oriente Médio, Ásia e África. E ainda oferece a rota São Paulo-Buenos Aires diariamente.


Em novembro, a companhia aérea de bandeira turca vai contar com dois voos diários de Istambul para o Aeroporto Internacional de Narita, em Tóquio. As sete novas frequências serão oferecidas em um horário perfeito para conexão de quem sai do Brasil. E com uma vantagem a mais, é possível chegar no Japão por Tóquio e sair por Osaka, e vice-versa, sem custos extras. A partir de novembro, os voos partem de São Paulo todos os dias às 03h05 e chegam a Istambul às 21h35, e o voo para Tóquio parte à 00h50, com chegada ao Aeroporto de Narita às 19h30. Na volta ao Brasil, o voo decola de Tóquio (Narita) às 22h30 e chega a Istambul às 04h30. A conexão para São Paulo sai às 09h30 com chegada ao Brasil às 16h55. Mais informações:www.turkishairlines.com.

Embraer entrega o 1000º E-Jet, um E175, para a Republic Airlines dos EUA

Em cerimônia realizada na semana passada em São José dos Campos, sede da companhia, a Embraer entregou o 1000º E-Jet produzido, um E175, para a Republic Airlines, uma subsidiária da Republic Airways Holdings Inc., que vai operar a aeronave com as cores e em nome da American Eagle. A entrega é parte de uma ordem firme de compra feita pela Republic Airways para 47 jatos E175, mais 47 opções para o mesmo modelo, anunciada no início deste ano.

A família de E-Jets da Embraer entrou em serviço em 2004, quando a primeira aeronave foi entregue à LOT Polish Airlines. Atualmente, E-Jets estão voando em 65 companhias aéreas em 45 países. Em junho deste ano, a Embraer anunciou o lançamento da segunda geração da família E-Jets, os E-Jets2 - que devem entrar em operação em 2018. Os E-Jets da Embraer detêm 50% de market share e constituem 62% das entregas mundiais no segmento de jatos comerciais com capacidade para até 130 assentos. Desde janeiro de 2013, a fabricante brasileira recebeu mais de 330 ordens firmes de compra para aeronaves das duas gerações de famílias de E-Jets.
 

segunda-feira, 23 de setembro de 2013

Delta Airlines passa a oferecer voos com cama partindo do RJ

A companhia aérea estadunidense Delta Airlines está oferecendo voos com passagens aéreas baratas assentos que viram cama partindo do Rio de Janeiro. A oferta faz parte dos esforços da companhia para conseguir incluir a vantagem no maior número de voos possível. Atualmente, as aeronaves da empresa que são equipadas com o benefício são dois Boeings: o 767-400ER (76D) e o 777-200LR (77L).

“Ao fazer uma viagem internacional ou cruzar o país, não há nada melhor que relaxar antes da decolagem e acordar descansado e revigorado no destino. Por esta razão, estamos vendendo passagens aéreas para voos com assentos do tipo poltrona-cama em mais rotas para que você os aproveite”, anuncia a companhia em seu site na internet.

A poltrona-cama pode ser reclinada em até 180º, possibilitando aos passageiros que eles possam dormir totalmente deitados. Além do assento, a empresa disponibiliza travesseiros de tamanho regular e edredons acolchoados. Segundo a companhia, “uma cama não é uma cama sem um travesseiro grande e um edredom acolchoado”.

As cadeiras oferecem acesso direto ao corredor, divisórias para privacidade e telas grandes para entretenimento individual. As poltronas-camas estão disponíveis atualmente em aeronaves e rotas selecionadas.

Site leiloa sucata de 17 aeronaves da Vasp

Começou na sexta-feira e vai até o próximo dia 30, o leilão pela internet para venda de sucata de 17aeronaves da Vasp. As propostas podem ser apresentadas por pessoas físicas ou jurídicas, no site do leiloeiro Sérgio Freitas. O fechamento do pregão ocorre dia 30, na Casa de Portugal, em São Paulo.

Estão sendo leiloadas 448 toneladas de sucata, resultantes do desmonte de 16 Boeing e um Airbus 300. O material se encontra nos aeroportos de Guarulhos (quatro aeronaves), Campinas (uma), Salvador (três), Brasília (três), Recife e Manaus (dois aviões cada), Galeão e Confins (uma aeronave cada).

Segundo a Anac, todos os aviões são considerados sucata. O lance mínimo varia de R$ 12 mil a R$ 42 mil. “Eles têm a forma de um avião, mas não são mais considerados como tal”, disse na sexta-feira o juiz Daniel Carnio Costa, titular da 1ª Vara de Falências e Recuperações Judiciais do Foro Central de São Paulo, responsável pelo processo de falência da Vasp. A avaliação dos bens para o leilão se baseou no custo do material reciclável. 

No ano passado, com os leilões efetuados, a 1ª Vara de Falências e Recuperações da Comarca de São Paulo conseguiu pagar a todos os cerca de mil credores extraconcursais, que englobam funcionários e fornecedores que tiveram vínculo com a empresa durante o período em que ela esteve em recuperação judicial, entre 2005 e 2008. 
Com informações da Agência Brasil

Galeão só recebe metade dos voos de Guarulhos

Apesar de ter o mesmo tamanho do pátio e igual número de pistas o aeroporto Internacional Tom Jobim, no Galeão recebe praticamente a metade dos voos que são direcionados a Guarulhos, em São Paulo. São 5.360 voos semanais em média na capital paulista contra 2.800 no Galeão. A defasagem pe provocada pela falta de uma política de incentivo já que em São Paulo atuam 49 empresas aéreas contra 24 no Rio de Janeiro. O volume de passageiros em São Paulo chegou a 20 milhões nos sete primeiros meses do ano contra 10 milhões no Rio.

Boeing e GECAS firmam contrato para 10 jatos 787-10

Boeing e GECAS firmam contrato para 10 jatos 787-10
A fabricante americana Boeing e a companhia de leasing de aeronaves GE Capital Aviation Services (GECAS) firmaram um contrato para 10 jatos 787-10 Dreamliner. O pedido completa o compromisso originalmente anunciado durante o Paris Air Show 2013, em junho último. A nova versão do jato vai ampliar e complementar a família, podendo transportar entre 300 a 330 passageiros por até 7.000 milhas náuticas (12,964 km). Até a presenta data, a GECAS já recebeu 451 aviões da Boeing.
fonte: revista flap

Air France anuncia a incorporação da 9ª aeronave Airbus A380 a sua frota

A Air France incorporou mais um avião Airbus A380, o nono da frota da companhia. Com 516 lugares, a aeronave está dividida em quatro classes: La Première, com nove assentos; Business Class, com 80; Premium Economy, que acomoda até 38 passageiros; e Economy Class, com 389 poltronas. A aeronave vai operar voos de longo curso para Nova Iorque, Washington, Los Angeles, Joanesburgo, Tóquio e Xangai. A décima aeronave A380 está prevista para ser entregue em 2014.

Etihad aumentará a oferta para a Índia com mais voos e aviões maiores.

A Etihad Airways estará promovendo no final deste ano um grande aumento de opções de viagens de e para a Índia, introduzindo novas frequências de voos e aeronaves wide-body (fuselagem larga). O aumento da oferta continuará em 2014, mas ainda está sujeita a aprovações governamentais. Assim, a partir de 1º de novembro e até 31 de dezembro deste ano, a Etihad irá:

·        Mais do que triplicar o número de assentos nas rotas que ligam Abu Dhabi a Mumbai e a Nova Deli, refletindo a importância do mercado da Índia para a companhia.
·        Aumentar de um para dois diários os voos entre Abu Dabi e Mumbai e Abu Dhabi e Nova Deli.
·        Utilizar aeronaves wide-bodies A340-600 em um dos voos diários na rota Abu Dhabi-Mumbai, oferecendo três classes de serviço: First, Business e Economy.
·        Utilizar aeronaves wide-bodies Airbus A330-200 em um dos voos diários na rota Abu Dhabi-Nova Deli, oferecendo duas classes de serviço: Business e Economy.
·        Trocar a aeronave que opera a rota diária entre Abu Dhabi e Chennai, do atual A320 com 136 assentos para um novo A321 para 174 passageiros.

·        Dependo de aprovação das autoridades da Índia, a Etihad pretende oferecer vários voos em codeshare com a companhia aérea indu Jet Airways.

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Air France vai demitir mais de 2.800 funcionários

São Paulo – A Air France, companhia aérea francesa, divulgou ontem que planeja demitir mais de 2.800 funcionários até o final de 2014, com o objetivo de recuperar a lucratividade da empresa.

Após uma reunião com o conselho de empregados da companhia, Frédéric Gaget, presidente da Air France, chegou a afirmar que a empresa vive um período de demanda fraca.
A Air France não escapou da crise que afeta as companhias aéreas que atuam na Europa. Os principais motivos listados para que isso tenha acontecido são economia fraca e a taxa de desemprego que assola o continente. Em 2012, a empresa chegou a anunciar 5.100 cortes de empregos, num plano de reestruturação do grupo Air France-KLM.
Para amenizar a pressão do governo socialista francês, comandado por François Hollande, a companhia informou que as últimas reduções de funcionários ocorreriam com um acordo de saídas voluntárias, aposentadorias precoces, redução da jornada de trabalho e rotatividade de pessoal. A previsão é que as negociações a respeito dos novos cortes com os sindicatos comecem em outubro.
Michel Salomon, porta-voz da Air France no sindicato Confédération Français e Démocratique du Travail, admitiu que a situação da economia do país deixou a companhia frágil e que o corte de mão de obra é inevitável, mas indagou se as metas de demissões não poderiam ser alcançadas apenas com voluntários.
Analistas apontam que a primeira leva de demissões não foi o suficiente para alcançar os planos financeiros estabelecidos pela empresa. Em julho, a companhia aérea anunciou que há mais de um ano desenvolve um plano de recuperação para tirar a empresa do vermelho, o qual tem contribuído para diminuir os prejuízos operacionais.


Lufthansa encomenda 59 jatos da Boeing e da Airbus

Maior encomenda de aviões da história da companhia foi anunciada hoje
Frankfurt - A companhia aérea alemã Lufthansa anunciou nesta quinta-feira a maior encomenda de aviões de sua história, envolvendo 59 jatos da Boeing e Airbus em um acordo avaliado em 14 bilhões de euros segundo preços de tabela.
O acordo acelera uma renovação da frota da maior companhia aérea da Europa em receitas depois que a Lufthansa confirmou uma encomenda de 100 aeronaves de curto alcance da Airbus em março.
A empresa alemã informou que a encomenda envolve 34 jatos Boeing 777-9x e 25 Airbus A350-900 e que os aviões ajudarão a companhia a cortar consumo de combustível e reduzir gastos unitários em cerca de 20 por cento ante a utilização de modelos de aeronaves mais antigos. A Lufthansa afirmou ainda que tem opções para aumentar a encomenda em 60 aviões, sendo 30 de cada fabricante.
A companhia, que atravessa uma profunda reestruturação que inclui a eliminação de 3.500 empregos, está investindo em jatos modernos para reduzir gastos com combustível e acompanhar rivais do Oriente Médio em disputadas rotas entre a Europa e Ásia.
Os novos aviões vão substituir principalmente aeronaves atuais da Lufthansa, cuja frota inclui Boeings 747-400 e Airbus A340-300. Estes aviões deixarão de voar pela empresa gradualmente até 2025.


quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Boeing vai parar de fabricar linha de jatos C-17

Companhia vai parar de fabricar a sua aeronave militar devido às vendas vacilantes, e irá demitir 3.000 funcionários envolvidos no programa

Seattle - A Boeing disse nesta quarta-feira que vai parar de fabricar a sua aeronave militar de transporte C-17 em 2015, devido às vendas vacilantes, e irá demitir 3.000 funcionários envolvidos no programa de 30 anos de idade.
A empresa aeroespacial baseada em Chicago disse que terá um custo de menos de 100 milhões de dólares no trimestre atual para interromper a produção de C-17, em Long Beach, na Califórnia, e as instalações em Macon, Georgia, Mesa, Arizona e St. Louis, Missouri. Ele disse que o custo não irá alterar a sua estimativa de lucro para o ano.
A mudança também afeta mais de 650 fornecedores em 44 estados dos Estados Unidos, que empregam cerca de 20.000 pessoas, disse a Boeing.
A Boeing planeja começar a reduzir a sua força de trabalho no início de 2014, e tem mais 22 aviões para produzir. Foram entregues 257 jatos até agora, dos quais 223 foram para a Força Aérea dos EUA.

"Nossos clientes ao redor do mundo enfrentam ambientes de orçamento muito difíceis", disse Dennis Muilenburg, presidente-executivo da divisão de Defesa, Espaço e Segurança, em um comunicado.

Sala de desembarque do Aeroporto Santos Dumont recebe novo piso

Sala de desembarque do Aeroporto Santos Dumont com o novo piso
A Infraero concluiu no último fim de semana a substituição do piso no setor B da área de desembarque do Aeroporto do Rio de Janeiro/Santos Dumont (RJ). Esta foi a primeira fase dos trabalhos, contemplando a instalação de um novo revestimento de mármore em uma área de 368 m², proporcionando maior conforto e um visual mais bonito. A próxima etapa será a substituição do piso do setor A do desembarque. O investimento total é de R$ 233 mil.

Na segunda fase dos trabalhos, com início previsto para a próxima semana, haverá a interdição do setor A, causando a redistribuição do fluxo de passageiros entre os outros setores para garantir a fluidez das operações na área.

O acesso ao setor B será feito por um túnel, atualmente em construção, que se ligará ao setor A pelo lado externo. Além disso, durante parte da obra, os banheiros do setor A serão interditados. A sinalização indicando a interdição será colocada antes da escada rolante de descida, solicitando que sejam utilizados os banheiros localizados no conector. A previsão de conclusão dos serviços é a primeira quinzena de novembro.

O superintendente do Santos Dumont, Iberê de Oliveira, pontuou o objetivo dos trabalhos. “Esta iniciativa visa a oferecer maior comodidade e bem-estar àqueles que chegam ao Rio de Janeiro”, destacou. O passageiro Luigi Esposito também aprovou a novidade. “Este novo piso dá uma sensação de maior claridade ao ambiente”, comentou.
fonte: mercadoseeventos

British escolhe Rio para operar com novo 777-300

A primeira classe da British Airways (fotos: divulgação)A partir de 27 de outubro, o Rio de Janeiro terá a primeira classe no novo avião que a British Airways colocará na rota entre a capital fluminense e Londres. “Voaremos com o Boeing 777-300, com as quatro classes, entre o Rio e Londres. Temos apenas oito aeronaves desse modelo na frota, e o Rio de Janeiro terá operações com uma delas”, afirmou o gerente comercial da British no Brasil, José Coimbra.Além do novo avião, o Rio de Janeiro ganhará também uma nova frequência semanal, tornando o voo diário (hoje são seis operações semanais). De São Paulo, a companhia aérea britânica voa para Londres diariamente, com o Boeing 747-400, com dois andares e as quatro classes. Segundo Coimbra, a ocupação da primeira classe nessa rota é de aproximadamente 50%. “Esperamos a mesma média para a primeira classe do voo do Rio”, afirmou. 
Fonte: Panrotas

Aeroporto de Goiânia terá novo terminal de passageiros

A Infraero assina hoje a ordem de serviço para retomada das obras no novo terminal de passageiros do Aeroporto de Goiânia/Santa Genoveva. Serão investidos R$ 246,2 milhões nas obras, com prazo de execução de 18 meses. A solenidade de assinatura ocorre às 10h, nas instalações do novo prédio, com a presença do ministro de Aviação Civil, Moreira Franco, do presidente da Infraero, Gustavo do Vale, e de autoridades do governo do Estado e prefeitura de Goiânia.

Segundo a Infraero, o novo terminal de passageiros do Aeroporto de Goiânia terá dois andares e 34,1 mil m², que abrigarão quatro pontes de embarque, 23 balcões de check-in, 11 elevadores, quatro escadas rolantes, três esteiras de restituição de bagagem e sete canais de inspeção (raio-x e detector de metal). Quando concluído, o terminal permitirá ao Aeroporto de Goiânia receber até 8,6 milhões de passageiros por ano, com uma demanda estimada de 4,8 milhões de embarques e desembarques para 2014. 

Tam abre mais quatro frequências entre SAO e Nova York

A partir de 21 de setembro, a Tam terá mais um voo entre São Paulo e Nova York (Estados Unidos). Ovoo JJ 8082 decolará de São Paulo/Guarulhos às 8h30 e pousará em Nova York às 17h10 (horário local). Na rota inversa, o JJ 8083 partirá às 9h35 (horário local) e chegará à cidade brasileira às 19h55. 

As novas frequências serão operadas quatro vezes por semana com Boeing 777, com quatro assentos na primeira classe, 45 na classe executiva e 314 na econômica.

Atualmente, a companhia já oferece um voo diário noturno entre as localidades, além de uma frequência, também diária, entre o Rio de Janeiro e a cidade norte-americana.

easyJet adota tecnologias da Amadeus para facilitar a reserva


A easyJet e a Amadeus anunciam o início de um novo procedimento para a realização da reserva em GDS (Global Distribution System). O novo modelo permitirá às agências de viagens de todo o mundo reservar bilhetes de companhias aéreas de baixo custo da mesma maneira que se faz com as regulares, independente das preferências de distribuição da companhia aérea.

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Reportagem 787-900

Foi realizado hoje o primeiro voo do  Boeing 787-9 Dreamliner,Menos de dois anos após a entrega do primeiro Dreamliner, da Boeing Commercial Airplanes é o orgulho de apresentar o segundo membro da família Dreamliner incrível. Sporting a nova farda Boeing, o primeiro 787-9 estende a eficiência e inovações desta linha para mudar o jogo. Nesta página, você será capaz de saber mais sobre este novo avião e se juntar a nós na celebração do novo Dreamliner.



O 787-9 aproveita o projeto do 787-8, oferecendo algumas das características que os passageiros preferem, como grandes janelas reguláveis, grandes zonas de arrumos, iluminação moderna LED,  um ar mais limpo e uma mais suave prestação no voo.O estabilizador vertical neste 787-9 reflete o novo conceito "Boeing Commercial Airplanes", um olhar renovado para a família de aviões Boeing, que começou com o 747-8 e evoluiu com o 737 MAX. Como é evidente, muitas das características no 787 original são refletidas no novo design. 
O primeiro vôo do 787-9 está previsto para o segundo semestre de 2013, com a primeira entrega prevista para a Air New Zealand, agendada para o início de 2014. Vinte clientes em todo o mundo já somaram encomendas de 355 unidades, que totalizam 40% dos pedidos totais do Boeing 787 Dreamliner. 



787-8787-9
Comprimento:
57 m63 m
Altura:
17 m17 m
Envergadura:
60 m63 m
Secao:
5.91 m5.91 m
MTOW:
219.540 kg244.940 kg
Assentos:
210/250 - Três classes250/290 - Três classes
Carga:
(124.6 m³) - 28 LD3(152.9 m³) - 36 LD3
Motores:
GE GEnx ou RR Trent 1000GE GEnx ou RR Trent 1000
Velocidade de cruzeiro:
0,85 Mach0,85 Mach
Autonomia:
14.200 km ou 15.200 km14.800 km ou 15.750 km
Combustivel:
126.903 L138.700 L
Entrada em serviço:
2012Prevista para 2014
 Quadro comparativo entre o Boeing 787-8 e o Boeing 787-9 (Fonte: Wikipédia)


















787-9 Clientes

  • AeroMexico
    AeroMexico
  • Air Canada
    Air Canada
  • Air China
    Air China
  • Air France
    Air France
  • Air Lease Corp
    Air Lease Corp
  • Air New Zealand
    Air New Zealand
  • All Nippon Airways
    All Nippon Airways
  • American Airlines
    American Airlines
  • Arkia Air
    Arkia Air
  • Arik Air
    Arik Air
  • Aviation Capital Group
    Aviation Capital Group
  • Boeing Business Jets
    Boeing Business Jets
  • British Airways
    British Airways
  • Etihad Airways
    Etihad Airways
  • ILFC
    ILFC
  • Japan Airlines
    Japan Airlines
  • Jet Airways
    Jet Airways
  • KLM Group
    KLM Group
  • Korean Air
    Korean Air
  • LAN Airlines
    LAN Airlines
  • Saudi Arabian Airlines
    Saudi Arabian Airlines
  • Scoot Airlines
    Scoot Airlines
  • United Airlines
    United Airlines
  • Vietnam Airlines
    Vietnam Airlines
  • Virgin Atlantic Airways
    Virgin Atlantic Airways