terça-feira, 22 de julho de 2014

Aéreas americanas estão proibidas de voar para Tel Aviv

A Administração Federal de Aviação (FAA) dos Estados Unidos proibiu as companhias aéreas do país a voarem para ou a partir do aeroporto internacional Ben Gurion, em Tel Aviv, o maior de Israel. A medida foi tomada após a notícia de que um foguete teria caído nas proximidades do aeroporto. 

Segundo o The Washington Post, a primeira companhia a cancelar as operações foi a Delta Airlines, com a suspensão do serviço entre Nova York e Tel Aviv. Um dos voos da rota, que seguia com 273 passageiros para a cidade israelense, teve de ser desviado para o Charles de Gaulle, em Paris, após a notícia sobre o foguete. 

A United Airlines, por sua vez, divulgou comunicado anunciando a suspensão de todas as operações de e para Tel Aviv “até segunda ordem”. Outra companhia a cancelar os serviços, no caso entre a cidade israelense e a Filadélfia, foi a US Airways. 

O Departamento de Estado norte-americano adverte os cidadãos do país a postergarem “viagens não essenciais a Israel” por conta dos conflitos entre o país e o Hamas. A advertência ressalta o fato de foguetes de longo alcance partindo da Faixa de Gaza estarem caindo em Tel Aviv.

Nenhum comentário:

Postar um comentário