segunda-feira, 29 de setembro de 2014

Etihad recebe 1º B-787 “Facetas de Abu Dhabi“









A Etihad Airways e a Boeing celebraram a apresentação do primeiro 787-9 Dreamliner da companhia aérea, em um evento em Seattle, no sábado à noite. A aeronave conta com a nova identidade visual "Facetas de Abu Dhabi", da Etihad Airways, apresentada em Hamburgo, Alemanha, nesta semana,junto com o primeiro A380.

James Hogan, presidente e CEO da Etihad Airways Aviation Group, afirma que a companhia aérea está orgulhosa em ser uma das maiores clientes do B787 Dreamliner no mundo. “Temos pedidos confirmados para mais de 100 aeronaves de fuselagem larga da Boeing, que incluem 41 787-9 e 30 787-10. Nossa nova frota de aviões B787 liderará a definição de expectativas de serviço entre viajantes do mundo inteiro, oferecendo os mais altos níveis de conforto e opções em todas as classes de serviço”.

Ray Conner, presidente e CEO da Boeing Commercial Airplanes, comentou que “a Etihad Airways é uma das companhias aéreas mais vanguardistas do mundo e estamos orgulhosos de sua confiança no Dreamliner. Sua nova identidade visual tem um design único que reflete a rica herança de inovação e excelente hospitalidade dos EAU”.

O primeiro Boeing 787-9 entrará em operação comercial em dezembro, com mais de 40 rotas internacionais identificadas para receber futuramente os Dreamliners da companhia aérea. A aeronave operará inicialmente entre Abu Dhabi e Düsseldorf e entre Abu Dhabi e Doha. Os serviços para Brisbane, Mumbai, Moscou e Washington serão oferecidos no primeiro semestre de 2015.

A Etihad Airways também remodelou sua oferta de produtos no B787. A nova First Suíte no B787 oferecerá aos passageiros uma espécie de santuário privado com muitos novos recursos, incluindo minibar refrigerado e refeições cinco estrelas preparadas a bordo por chefs de classe mundial. O novo Business Studio oferece assentos mais largos, todos com acesso ao corredor e que se transformam em uma cama totalmente horizontal e ajustável. O Economy Smart Seat é inédito no setor e oferece conforto inigualável aos viajantes, com um novo apoio para a cabeça de ‘aba fixa’, permitindo que os passageiros ajustem o suporte para maximizar o conforto. O B787 contará com o mais recente sistema de entretenimento Panasonic eX3, oferecendo mais de 750 horas de entretenimento sob demanda, melhores jogos e telas de alta definição em todas as cabines.

"Facetas de Abu Dhabi", a nova identidade visual, usa uma paleta de cores que reflete os diferentes tons da paisagem dos EAU, das areias mais escuras de Liwa às cores mais claras vistas no norte dos Emirados. Resultado de uma ampla pesquisa, o design também será uma característica essencial dos novos interiores de cabine introduzidos no Boeing 787 da Etihad Airways.

Panrotas

quarta-feira, 24 de setembro de 2014

Gol e Etihad iniciam parceria de code-share no País

As companhias aéreas Gol e Etihad Airways dão início à parceria de code-share e, com isso, os voos operados pela aérea brasileira passam a ser comercializados pela empresa dos Emirados Árabes. Os passageiros da Etihad agora passam a contar com um maior número de conexões a partir do Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo. São 21 destinos do Brasil e da América Latina, incluindo Uruguai, Chile e Argentina, operados pela Gol a partir do terminal paulista

O code-share recebeu a aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) em agosto. Em breve, Etihad e Gol implementarão um acordo de Frequent Flyer Program (FFP), oferecendo aos passageiros os benefícios dos programas de milhagens das duas companhias aéreas.

fonte: panrotas

Avião voa com óleo de cozinha reciclado

São Paulo – A maior companhia aérea finlandesa voou de Helsinki a Nova York usando óleo de cozinha reciclado misturado ao combustível tradicional. Ainda que seja só um conceito, pode ajudar estudos de biocombustíveis.
O voo da Finnair coincidiu com o painel de mudanças climáticas da ONU, que aconteceu na cidade americana no dia 23 de setembro. A demonstração de um continente ao outro durou nove horas.
Segundo a revista The Economist, a companhia não informou o porcentual de óleo que foi usado. Porém, para ser certificado, o combustível precisaria conter pelo menos 50% do tipo fóssil tradicional.
Parte do óleo usado provém de descartes de restaurantes. Antes de abastecer o avião, precisou ser filtrado para remover impurezas e refinado. 
Trocar para um combustível ecológico pode reduzir emissões de CO2 de 50% a 80%, segundo nota da Finnair.
O combustível foi desenvolvipo pela SkyNRG Nordic – uma joint venture entre SnyNRG e Statoil Aviation. “É um biocombustível alternativo aos tradicionais, que reduz significativamente a emissão de gás, além de também ser sustentável”, diz Finnair.
A empresa também pretende construir um “centro de biocombustíveis” no aeroporto de Helsink, para estudar alternativas ecológicas, viáveis e que não ameacem a biodiversidade.
A companhia aérea já usa biocombustíveis desde 2011. No entanto, o combustível alternativo custa quase o dobro, não sendo ainda economicamente viável. O primeiro voo comercial a utilizar biocombustível foi um operado pela Virgin Atlantic em 2008, entre Londres e Amsterdã. 20% do combustível provinha de óleo de coco e de nozes.
Segundo o ministro finlandês para Desenvolvimento Internacional, Pekka Haavisto, a aviação é responsável por 2% das emissões de gases de efeito estufa.

“Se o preço de petróleo subir e biocombustíveis se tornarem mais baratos, espero que haja um dia em que seremos capazes de substituir ao menos parte dos combustíveis fósseis por alternativas feitas de materiais renováveis e reutilizados”, diz Haavisto.
fonte: exame



TAP galardoada com prémio de Melhor Companhia de Aviação

A TAP foi considerada a Melhor Companhia de Aviação. O prémio foi atribuído pela Publituris, uma publicação especializada no setor turístico.



Apesar de todos os problemas que têm afetado a imagem da TAP nos últimos tempos, como voos atrasados ou avarias nos aviões, a companhia aérea portuguesa foi galardoada com o prémio de Melhor Companhia de Aviação.
O galardão foi entregue no âmbito dos Prémios Publituris Portugal Travel Awards, do jornal Publituris.
Em comunicado enviado às redações, a TAP explicou como se define o vencedor.
“Concluído o processo de nomeação dos finalistas através de votação online, o júri, constituído por um conjunto de especialistas e personalidades reputadas da área do turismo, elege os vencedores em cada categoria”, lê-se na nota.

fonte: noticiasaominuto

Avianca aguarda slots para operar na Paraíba

O diretor comercial e de Marketing da Avianca, Tarcísio Gargioni, comentou durante a Feira da Abav, que começa hoje no Anhembi (SP), que a aérea aguarda apenas a liberação de slots nos aeroportos paraibanos para implantar um voo diurno na rota Campina Grande-João Pessoa-São Paulo (Guarulhos).

Recentemente, a capital paraibana ganhou novas frequências da Tam. O aumento da malha aérea para João Pessoa vem sendo creditado à redução da alíquota do ICMS do querosene da aviação no Estado, que caiu de 17% para 12%.

Avião da TAP com destino a Luanda esteve oito horas no ar antes de regressar à Portela

O avião da TAP que fazia a ligação diária Lisboa-Luanda, neste domingo à noite, teve uma avaria num dos quatro reactores e o Airbus 340 regressou à base por “razões de segurança”.
O voo TP 289, com 260 pessoas a bordo, partiu do aeroporto de Lisboa às 23h30 e voou “durante um tempo considerável” até que foi “conhecida a avaria”, disse ao PÚBLICO fonte do gabinete de relações públicas da companhia aérea portuguesa. “Outro avião do mesmo tipo [Airbus 340] partirá às 12h30 para fazer a ligação.” Quando foi detectada a avaria, o avião iniciou a rota de regresso, tendo aterrado de novo em Lisboa esta manhã, às 7h10, “com toda a tranquilidade” e “apenas por uma questão de segurança”, acrescentou a mesma fonte.
Ao Expresso, o presidente da TAP Fernando Pinto relativizou a situação, dizendo que o avião poderia ter prosseguido até Luanda mas que não o fez porque a reparação do problema técnico detectado “seria mais rápida” em Lisboa.
“A decisão de regresso foi tomada no designado 'ponto de retorno' do voo e resultou de uma decisão ponderada entre os tripulantes e a equipa de manutenção de Lisboa, porque se o avião tivesse aterrado em Luanda teria de aguardar pelo menos três dias até concluir a reparação", explicou Fernando Pinto. “A situação que exige reparação relaciona-se com os rolamentos de um dos motores. Não interfere na capacidade de voo do avião, mas implica uma reparação, pelo que esse voo poderia ter prosseguido para Luanda", adianta o gestor.
Em Julho, outro incidente envolveu um voo da TAP para São Paulo, Brasil. No dia 12 de Julho, o voo TP 085 teve de regressar ao aeroporto de Lisboa pouco depois da descolagem. A TAP informou na altura que o problema se deveu a “uma falha na turbina de um dos reactores do avião.” O problema provocou a queda de peças na zona de Camarate mas não uma explosão, como chegou a ser noticiado.
Fonte: Publico

terça-feira, 23 de setembro de 2014

Avianca deixa de operar MK-28 em 2015

Os visitantes da Feira da Abav que passarem pelo estande da Avianca, além de concorrer passagens aéreas e participarem de jogos elaborados pela companhia, poderão compartilhar alguns resultados alcançados pela empresa ao longo de 2014. Entre as novidades que deverão ser abordadas estão a migração para o Amadeus, a renovação da frota e o início das operações em Goiânia. 

A Avianca chega ao fim de setembro com avanços em seu plano de expansão - em abril, migrou para a plataforma tecnológica, Amadeus, requisito fundamental para seu ingresso na Star Alliance. Entre os ganhos tecnológicos que podem ser destacados após a implementação do Amadeus estão maior agilidade no check-in, check-in por celular/web check-in, totens de autoatendimento mais eficientes, entre outros.

Sete novas aeronaves A-320, com capacidade para 162 passageiros foram agregadas à frota da Avianca em 2014, sendo que parte delas foram utilizadas para substituir 50% dos aviões MK-28. Em 2015, o restante das aeronaves MK-28 deve ser substituído. “Nosso objetivo é priorizar o conforto do cliente. As novas aeronaves contam com o amplo espaço entre as poltronas, marca registrada da companhia, e com sistema de entretenimento individual”, explica o vice-presidente comercial, de Marketing e Cargas da Avianca, Tarcísio Gargioni.

Em agosto, a companhia adicionou um novo destino em sua malha: Goiânia. A novidade também será divulgada durante a Feira da Abav. Estamos muito satisfeitos com essa nova operação. As taxas de ocupação são favoráveis, o que indica que nosso modelo de produto está sendo bem aceito não somente pelos goianos mas por todos os mais de sete milhões de passageiros que deveremos transportar até o final deste ano ”, finalizou o executivo. 


fonte:panrotas

Air France diz que greve pode matar projeto da Transavia

Paris - A disputa trabalhista com pilotos franceses sobre o lançamento na Europa da companhia aérea de baixo-custo da Air France-KLM, a Transavia, poderá forçar a gestão da empresa a abandonar o plano, disse o presidente-executivo Alexandre de Juniac nesta terça-feira.
A greve que custa diariamente até 20 milhões de euros (25,7 milhões de dólares) entrou em seu nono dia, apesar da promessa da Air France de suspender o projeto da Transavia até o fim do ano.
Juniac disse que estava profundamente relutante em abandonar o lançamento do projeto que ele vê como crucial para lutar contra a concorrência de outras companhias de baixo custo, mas que ele pode ter que fazê-lo.
"Estamos suspendendo, e se não conseguirmos chegar a um acordo, seremos obrigados, morrendo em nossas almas, a abandonar o projeto", disse ele à rádio France Inter.
Mais cedo nesta terça-feira, o primeiro-ministro francês, Manuel Valls, reiterou seu apoio à gestão da companhia aérea franco-holandesa e disse: "As condições parecem estar preparadas para a convergência das posições das partes.
" "Não há nenhum sentido na greve. O povo francês não entende isso. Ela representa um perigo real para a empresa", disse Valls à rádio Europe 1.
A Air France-KLM quer desenvolver a Transavia com hubs na França, Holanda e Europa, em uma tentativa de manter a participação de mercado da segunda maior empresa aérea da Europa em receita diante da concorrência acirrada no setor.
No entanto, os pilotos da Air France temem que o movimento - especialmente para os hubs que irão contratar pilotos fora da França - acabe corroendo seus salários e condições de trabalho, que estão entre os melhores da Europa.
A greve cancelou cerca de 60 por cento dos voos da Air France na maioria dos dias desde o seu início. A Air France disse que cerca de metade de seus voos estariam operando nesta terça-feira.


Avianca inicia primeiro voo internacional Fortaleza – Bogotá

No último sábado (20), a Avianca Brasil iniciou sua primeira operação internacional, com o voo direto entre Fortaleza, no Ceará e Bogotá, capital da Colômbia. Com frequência aos sábados, o voo é operado com a aeronave da Airbus, modelo A319, com capacidade para 132 passageiros, em classe única. 

"É um passo importante no nosso projeto de expansão, uma oportunidade para todos os Nordestinos conhecerem não somente as inúmeras belezas de Bogotá, como os vários destinos encantadores da Colômbia e mais de uma centena de outros destinos operados pela Avianca Internacional”, afirma o vice-presidente Comercial, de Marketing e de Cargas da Avianca Brasil, Tarcísio Gargioni. 

A estreia do novo destino coincide com importante momento de expansão da Avianca Brasil: crescimento de 310% nos últimos três anos, 41 aeronaves, renovação de frota com a chegada de sete aeronaves modelo A320, com capacidade para 162 passageiros, e expectativa de 7,5 milhões de passageiros transportados em 2014. 

“Esse notável crescimento só foi possível por termos uma estratégia claramente definida: oferecer o melhor atendimento e serviço aos clientes, com uma equipe de quatro mil colaboradores em todo o Brasil”, comenta Gargioni.

Copa Airlines terá mais um destino em Cuba

A partir de dezembro a Copa Airlines voará para Cayo Santa Maria, localizado ao sul da ilha. O voo, que sai da Cidade do Panamá, será semanal e será operado com Boeing 737 e fica a aproximadamente 1h30 de Havana. Este é o segundo destino da companhia panamenha no país e já está sendo promocionado no mercado brasileiro.

“Os horários permitirão aos clientes brasileiros que façam conexão imediata no nosso hub para este destino”, revelou o coordenador de vendas da aérea no Brasil, Cassio Takano. 

As operadoras que fazem parte do Copa Vacation já estão oferecendo pacotes para o destino. De acordo com Roberto Silva, da Sanchat, esta nova ligação permite uma maior diversidade de produtos para o mercado brasileiro. “Agora os brasileiros podem iniciar a viagem por Santa Maria, com sol e praia, e sair por Havana, ou ao contrário”, afirmou.​


fonte:mercados&eventos

Lufthansa diz que reservas excedem expectativas

Colônia - As reservas para a nova classe "econômica premium" da Lufthansa, parte de um investimento de 3 bilhões de euros (3,9 bilhões de dólares) em novos assentos e em opções de entretenimento a bordo, superam as expectativas, afirmou um executivo da companhia aérea alemã nesta terça-feira.
"Estamos extremamente satisfeitos com as reservas", disse o vice-presidente comercial da Lufthansa German, Jens Bischof, durante conferência de viagens FVW. "A campanha de marketing começou apenas na semana passada e quando consideramos que a maioria dessas reservas foram feitas sem marketing, essa é uma boa notícia para nós", acrescentou.
A Lufthansa vai começar a operar voos com assentos econômicos premium, que oferecem mais espaço para as pernas, maior franquia de bagagem e mais opções de entretenimento, dentro de duas semanas.
Os clientes podem fazer reservas nesta classe para voos de longa distância saindo a partir de dezembro, mas durante as primeiras semanas de funcionamento serão oferecidos aos passageiros upgrades gratuitos da classe econômica.

A Lufthansa disse que a classe econômica premium irá responder por cerca de 10 por cento da capacidade de assentos em seus voos de longa distância, transportando cerca de 1,5 milhão de passageiros por ano na nova classe.

Gol coloca voos extras para Porto Seguro (BA) em outubro

A Gol Linhas Aéreas Inteligentes lança, a partir de 10 de outubro, 18 voos extras para Porto Seguro (BA), partindo dos aeroportos de Guarulhos e Congonhas (ambos em São Paulo), Galeão (RJ), Juscelino Kubitschek (DF) e Confins (MG).

Ao todo serão oferecidos mais de 3,1 mil assentos adicionais para atender aos passageiros (em especial, estudantes em formatura) na tradicional “Semana do Saco Cheio”, entre 12 e 15 de outubro.

As passagens já estão sendo vendidas pelo www.voegol.com.br.

FTV4 Back In The Air

Aviação doméstica retoma crescimento no pós-copa

Depois de um primeiro semestre com variações atípicas e uma movimentação durante a Copa praticamente estável em relação ao ano passado, a demanda por transporte aéreo doméstico em agosto registrou alta de 5,9% sobre o mesmo mês de 2013. A taxa ficou próxima daquela registrada para o acumulado dos oito meses desse ano, que é de 5,6%. Os números são relativos ao desempenho das empresas integrantes da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), AVIANCA, AZUL, TAM e GOL.

“São dados positivos porque podem indicar que nem toda a reprogramação de viagens do ano ficou concentrada no primeiro semestre”, afirma Eduardo Sanovicz, presidente da ABEAR. Até antes da Copa do Mundo o setor registrou taxas crescimento acima do normal, inclusive em meses de baixa atividade, como fevereiro, março e abril. O fenômeno foi associado especialmente a um adiantamento dos compromissos de negócios desse ano para evitar a concorrência com o público da Copa por passagens, hospedagem e serviços em geral.

Em números absolutos, a demanda doméstica em agosto passou de 7,2 bilhões de RPKs (passageiros-quilômetros transportados) para 7,6 bilhões de RPKs. A oferta da indústria seguiu controlada, sendo reduzida em 0,9% no consolidado, passando de 9,7 bilhões de ASKs (assentos-quilômetros oferecidos) para 9,6 bilhões ASKs. Como resultado, o Load Fator (taxa de ocupação, relação entre a oferta e a demanda) avançou 5,1 pontos percentuais em um ano, atingindo 79,3%.

“Essa taxa de ocupação é recorde para o mês de agosto, que normalmente é um mês mais fraco na sazonalidade do setor. Isso considerando não somente os números da ABEAR, mas toda a série histórica da ANAC. É algo muito positivo, que mostra a eficiência da indústria, que se aproxima gradualmente dos níveis dos Estados Unidos, mercado maduro e referência global”, interpreta o consultor técnico da ABEAR Maurício Emboaba. “Em 2009, os aviões voavam no Brasil com 66% de sua capacidade, enquanto as companhias norte-americanas mantinham 81% dos seus assentos ocupados. No consolidado até julho deste ano, a taxa média passou para 80% nas empresas brasileiras e 85% para as norte-americanas”, informa o especialista, comentando a trajetória recente.

Os passageiros embarcados em agosto pelas associadas ABEAR somaram 6,7 milhões, total 4,1% superior a 2013. No mês, pelo critério da parcela de RPKs, a TAM liderou o mercado com 39,1% de participação, seguida pela GOL, com 35,6%, pela AZUL, com 16,3%, e pela AVIANCA, que atingiu 9%.

Acumulado 2014 – De janeiro a agosto, conforme mencionado, a demanda doméstica registra alta de 5,6% sobre o mesmo período do ano anterior. A oferta total tem ligeira retração, tendendo à estabilidade, de 0,5%. A taxa de ocupação do ano permanece em 79,6%, com melhoria de 4,6 pontos percentuais. Somam 52,4 milhões os passageiros embarcados nos voos domésticos.

Totais móveis – A avaliação de 12 intervalos dos totais móveis (séries consolidadas de resultados de 12 meses, registradas mês a mês) projeta nesse momento uma taxa anualizada de demanda em alta de 6%, para uma oferta com pequeno crescimento de 0,8%.

Internacional – O mercado internacional apresentou um crescimento surpreendente para o mês de agosto, bastante acima da taxa do segmento doméstico. A demanda teve alta de 14,7% (saltando de 2,2 bilhões de RPKs para 2,6 bilhões de RPKs). A oferta também foi ampliada em 5,2% para atender o mercado (passando de 2,9 bilhões de ASKs para 3 bilhões de ASKs).

Com a demanda crescendo mais que a oferta, a taxa de ocupação experimentou avanço de 7,1 pontos percentuais, ficando em 85,3%. “Diferentemente da taxa da aviação doméstica, esse aproveitamento dos voos internacionais é recorde não somente para o mês de agosto na série histórica, mas para qualquer mês do registro. Superou, inclusive, os 85,1% do mês passado, melhor desempenho até então, mas mais natural para um mês forte, normalmente de férias”, destaca Emboaba.


GOL, com 15,3% de participação de mercado (parcela do total de RPKs) em agosto e TAM, com 84,7%, são as únicas companhias nacionais operando voos internacionais atualmente. As duas transportadoras embarcaram juntas 433 mil passageiros no mês, 12,1% a mais do que em agosto de 2013.

TAM quer lançar voos para Toronto, Barcelona e Cancún

São Paulo - O Grupo Latam Airlines anunciou nesta segunda-feira, 22, o planejamento de novos voos internacionais para 2015, incluindo a criação, pela TAM, de voos diretos conectando São Paulo a Cancún (México), Barcelona (Espanha) e Toronto (Canadá) e o reforço nas rotas entre o Brasil e os EUA.
"Essa iniciativa vai reforçar a conectividade oferecida pelo grupo na América Latina, América do Norte e Europa", disse a Latam, por meio de nota.
Embora o anúncio seja para voos em 2015, a rota São Paulo-Cancún será incorporada ainda em 2014.
Já o voo para Toronto, com escala em Nova York, está previsto para o primeiro semestre de 2015;, a rota São Paulo-Barcelona ficará para meados do ano que vem, enquanto o voo Brasília-Orlando está projetado para o terceiro trimestre do próximo ano, com sete frequências semanais.
Ainda para o segundo semestre de 2015 estão previstas novas frequências entre São Paulo-Miami.
"Com este projeto, a TAM mantém seu crescimento, sua liderança e a posição de companhia aérea que mais investe no Brasil", afirmou a presidente da TAM Linhas Aéreas, Claudia Sender, em nota na qual salienta que o plano irá gerar empregos, com a criação de aproximadamente 230 vagas para tripulantes de voos de longa distância.
No entanto, a companhia também anunciou que a rota para Milão, que hoje é feita pela TAM, passará a ser operada pela LAN, possivelmente no quarto trimestre de 2015.
O voo partirá de Santiago do Chile com destino à cidade italiana e escala em São Paulo.
Na LAN, também está previsto o aumento de 10 para 14 frequências semanais na rota Santiago-Miami, que serão implementadas ao longo de 2015.
Frota
Aliado aos novos voos, as empresas anunciaram seu planejamento de frota. A TAM intensificará o uso de aeronaves Boeing B767 e reconfigurará seus Boeing B777-300 ER, para aumentar o conforto ao passageiro.
A aérea brasileira também deve receber, até o fim de 2015, o Airbus A350. Já a chilena LAN prevê a ampliação do uso dos Boeing B787, em suas versões Boeing B787-8 e Boeing B787-9.

Fonte: Estadão

Família A320neo estabelece novos padrões com 20% de redução de consumo de combustível


A Família A320neo está atingindo novos patamares, com maior economia de queima de combustível por assento melhorado para 20% em toda a família em 2020 A economia de consumo de combustível de 20% é alcançado através de inovações mais recentes da cabine da Airbus reforçadas por novas melhorias da eficiência do motor.
"A Família A320neo cada vez melhor como estamos sempre inovando, tanto em produtividade cabine e eficiência do motor para ficar à frente do jogo", disse John Leahy, Diretor de Operações de Airbus Clientes. "A NEO vai entregar um combustível 15% queimar poupança desde o primeiro dia em 2015 e vamos subir para 20% até 2020, garantindo o A320 mantém a sua posição como a de corredor único da família que conduz aeronaves de última geração."
Sem comprometer a melhor em conforto classe de passageiros, a Airbus está oferecendo as companhias aéreas a opção de contagem de assentos mais altos habilitados através de inovações mais recentes da cabine. Estes incluem assentos de nova geração Slim Line, Space-Flex arranjos Airbus lavatório e galera traseiros e Airbus Smart-Lav que juntos otimizam o uso eficiente do espaço da cabine. As autoridades recertificação da família A320 com maior limite de assentos até o final de 2014.
O A320neo (nova opção de motor) incorpora inovações cabine, motores de nova geração e Sharklets (grandes dispositivos de ponta de asa) que, juntos, oferecem 20 por cento na economia de combustível por assento em 2020.
Até à data, os pedidos firmes para o NEO alcançou 3.257 aeronaves de 60 clientes, representando uma quota de mercado de 60 por cento em sua categoria.

Pratt & Whitney PW1100G-JM A320neo motor 2

MSN6101 está equipado com dois Pratt & Whitney PW1100G-JM orientada motores turbofan, que proporcionam melhorias de dois dígitos no consumo de combustível, juntamente com o menor ruído e emissões

Motor Pratt & Whitney PW1100G-JM A320neo

Como o primeiro avião A320neo programado para voar, MSN6101 vai lançar uma campanha de testes 
que inclui oito aeronaves de desenvolvimento: dois A320neos, um A319neo e um A321neo para
ambas as opções de motor

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

IAG converte oito A330-200 opções em pedidos firmes

IAG decidiu converter oito A330-200 opções, anunciados anteriormente, em pedidos firmes para transportadora aérea nacional da Espanha Iberia, que se tornará um novo operador do A330-200. As aeronaves serão entregues a partir do final de 2015 e será equipado com motores GE CF6. Toda a frota Airbus da Iberia já inclui oito A330-300s.
"Estamos muito contente que a Iberia reiterou sua confiança no A330, e estamos extremamente satisfeitos em recebê-los como um novo operador do A330-200 beneficiando do desempenho aprimorado que a nova versão 242 tonelada traz, enquanto continua a fornecer a família sinergias de um tudo frota Airbus ", disse John Leahy, Diretor de Operações da Airbus, Clientes.
Iberia opera hoje uma frota Airbus, incluindo 13 A319, 12 A320, 18 A321, 8 A330-300, 8 A340-300 e 17 A340-600.No dia 1 de St agosto 2014, os novos A330 foram anunciados juntamente com um pedido para oito aeronaves Airbus A350-900. No total, eles vão substituir aeronaves da família A340, em 16 frota de longo curso da Iberia. A companhia voa para mais de 100 destinos em 38 países.
A Família A330, que se estende por 250 a 300 assentos, já atraiu mais de 1.300 encomendas, com mais de 1.000 aeronaves voando com mais de 100 operadoras em todo o mundo. O A330 é um dos aviões mais eficientes do mundo, com melhor economia operacional de classe, com média de confiabilidade de despacho bem acima de 99 por cento.

sábado, 20 de setembro de 2014

Boeing vende 20 aviões para a Ethiopian Airlines

São Paulo - A Boeing anunciou hoje a venda de 20 aviões 737 MAX 8 para a Ethiopian Airlines. A preço de tabela, a encomenda é avaliada em mais de US$ 2,1 bilhões e inclui opções e direitos de compra para outras 15 unidades do mesmo modelo, informou a empresa norte-americana em comunicado para a imprensa.


Em número de aviões, a encomenda é a maior já recebida pela Boeing de uma empresa aérea africana.

sexta-feira, 19 de setembro de 2014

STJ condena União a pagar R$ 3,5 bilhões à Vasp

DA AGÊNCIA BRASIL

O Superior Tribunal de Justiça (STJ) decidiu hoje que a União deve indenizar a antiga companhia Vasp pelo congelamento dos preços das passagens aéreas entre 1980 e 1990, época da vigência do Plano Cruzado. A maioria dos ministros da Primeira Turma do Tribunal entendeu que a indenização é devida, pois o plano causou prejuízos a todas as empresas.

Os advogados da Vasp calculam que o valor da indenização seja de R$ 3,5 bilhões. A decisão não é definitiva, pois cabe recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF). O STJ julgou um recurso da companhia aérea contra decisão do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), que não reconheceu o pagamento.

Em março, o Supremo decidiu que a União deve pagar indenização a outra companhia aérea: a antiga Varig. No julgamento, os ministros decidiram que o congelamento de preços das passagens aéreas, imposto pelo governo para conter a inflação no período de 1985 a 1992, causou prejuízos à Varig.

De acordo com o entendimento firmado, a União é responsável pelo desequilíbrio econômico e financeiro causado pelo controle dos preços dos bilhetes. O valor da indenização pode passar de R$ 3,05 bilhões.

Presidente da Jet Blue torna-se CEO da companhia aérea

Aviação , Dave Barger, Robin Hayes e Joel Peterson

Dave Barger, Robin Hayes e Joel Peterson
O atual presidente da Jet Blue, Robin Hayes, será o novo CEO da companhia no lugar do atual, Dave Barger, que atuará no quadro de diretores. A substituição, anunciada hoje, acontecerá em 16 de fevereiro. 

“Em nome da diretoria, gostaria de parabenizar Robin e agradecer Dave pela sua contribuição extraordinária para a empresa por mais de 16 anos”, afirmou o chairman da Jet Blue, Joel Peterson. “A inteligência, o talento e a liderança inspiradora de Dave contribuiu para fazer da Jet Blue o que ela é hoje: uma das maiores marcas do mundo e uma líder em sua indústria. Robin é um talentoso e experiente executivo que entende a cultura e a estratégia da empresa. Durante seu tempo como CCO e presidente, ele mostrou que está na direção certa para levar a Jet Blue adiante.”

Robin Hayes foi nomeado presidente da Jet Blue no ano passado. Ele é responsável pelas operações e atividades comerciais da companhia, incluindo operações aeroportuárias, experiência e suporte ao consumidor, operações de voos, entre outros serviços. Antes de entrar na Jet Blue ele esteve por 19 anos como execvutivo da British Airways. 

Ele disse estar honrado por ter se tornado o CEO da Jet Blue. “Continuo a acreditar em nossa missão de inspirar a humanidade, e, como CEO, serei fiel em meu papel de levar adiante a cultura que fez a Jet Blue tão bem sucedida”, afirmou Hayes. “A indústria aérea nunca foi tão competitiva, mas acredito que vamos continuar crescendo positivamente. Conforme mantemos nosso foco operacional com foco em segurança e eficiência, continuaremos a expandir nossa rede em novos mercados e criar novos produtos para fortalecer a marca e criar valores para nossos acionistas”, concluiu. 
fonte:panrotas

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

Avianca Holdings transportou 2,3 milhões em agosto


Empresas subsidiárias da Avianca Holdings SA (NYSE: AVH) (BVC: PFAVH) (*) mobilizados durante o mês de agosto de 2014, 2'354.364 passageiros, refletindo um aumento de 6,6% em relação ao recorde de passageiros na No mesmo mês de 2013 capacidade, medida em ASK (assentos disponíveis por quilômetro voado) cresceu 4,3%, enquanto o tráfego de passageiros medido em RPK (passageiros pagantes por quilômetro voado) cresceu 5,4%. Assim, a taxa média de ocupação nos voos domésticos e internacionais durante o oitavo mês do ano e atingiram 82,8%.
No período de janeiro a agosto de 2014, as controladas da Holdings mobilizou 17'136.839 passageiros Avianca, registrando um aumento de 4,8% em relação ao mesmo período de 2013 capacidade, medida em ASK (assentos disponíveis por quilômetro voado) aumentou 4,8 %, enquanto o tráfego de passageiros medido em RPK (passageiros pagantes por quilômetro voado) cresceu 3,5%. Como resultado, o fator de carga em nível nacional e internacional, nos primeiros oito meses do ano, começou a voar de 79,4%.
Os mercados domésticos da Colômbia, Peru e Equador
Em agosto, ligado a Avianca Airlines Holdings transportados dentro da Colômbia, Peru e Equador, 1'364.293 viajantes, 8,7% superior ao registrado em agosto 2013 a capacidade (ASK) nestes mercados aumentaram 7,8% durante este mês enquanto o tráfego de passageiros (RPK) aumentou 8,5%. Como resultado, o emprego nos vôos domésticos aumentou de 77,5% em agosto de 2013, 78% em agosto de 2014.
No período de janeiro a agosto de 2014, o número total de passageiros que utilizam as empresas Avianca Holdings dentro desses países somaram 10'090.046, 6,6% maior que o registrado no mesmo período de 2013, no primeiro oito meses do ano, a capacidade (ASK) nestes mercados aumentou 6,2%, enquanto o tráfego de passageiros (RPK) aumentou 6,6%. Como resultado, o fator de ocupação ficou em 77,2%.
Mercados internacionais  
Em agosto, integrou as companhias aéreas Avianca Holdings realizadas 990.071 passageiros em rotas internacionais, um aumento de 3,8% em relação ao registro de passageiros no mesmo mês de 2013 a capacidade (ASK) cresceu 3,4%, enquanto o tráfego passageiros (RPK) aumentou 4,6%. Assim, a ocupação nas rotas internacionais passou de 83,1% em agosto de 2013-84,1% em agosto de 2014.

Durante os primeiros oito meses do ano, o número de passageiros que utilizam as companhias aéreas do grupo em rotas internacionais 7'046.793 somaram 2,3% acima do registrado no mesmo período de 2013 a capacidade (ASK) cresceu 4,5% e tráfego de passageiros (RPK) aumentou 2,7%. As taxas de ocupação ficou em 80,0%.