quarta-feira, 25 de novembro de 2015

American não aceita mais Pesos Argentinos como forma de pagamento


A American Airlines decidiu que não aceitará mais pesos argentinos como forma de pagamento de seus bilhetes aéreos. A justificativa para essa tomada de decisão, de acordo com o próprio Grupo, é por conta do controle de câmbio aplicado no país, fator que acaba dificultando diretamente a conversão da moeda em dólares norte-americanos. 

Algo parecido acontece na Venezuela, onde atualmente US$ 3,7 bilhões em vendas de bilhetes estão presos por conta do controle de câmbio socialista articulado por lá. "Existe um risco em que a Argentina possa ir pelo mesmo caminho da Venezuela", disse o CEO Da IATA, Tony Tyler. 

Não é de hoje que diversas multinacionais que atuam na Argentina reclamam da dificuldade em enviar o lucro de suas empresas para o país de origem, muito por conta do controle protecionista decretado pela atual presidente da Argentina, Cristina Fernández de Kirchner, que deixa o cargo no próximo dia 10 de dezembro, após perder o segundo turno das eleições para o governista Mauricio Macri, encerrando a era de 12 anos de Kirchnerismo. 

Por falar no mais novo presidente, Mauricio Macri é a favor de eliminar as políticas cambiais e monetárias que foram decretadas pela atual presidente Cristina Kirchner, como parte de uma estratégia para fomentar o livre mercado no país. Para a American Airlines, é hora de "seguir trabalhando com o Banco Central e com o novo líder na Argentina sobre esses empecilhos", disse em nota. 

No entanto, a American Airlines foi clara em afirmar que nenhuma das 27 operações semanais será reduzida no país, mesmo as 35 agendadas para as férias de verão no hemisfério sul. "Não reduzimos nossos voos, embora nós atualmente não tenhamos a disponibilidade de vender passagens aéreas em pesos argentinos por conta dos trâmites que envolvem a repatriação financeira no país", disse a companhia norte-americana em nota. 

fonte: Mercado & Eventos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário