terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Azul anuncia compra de 35 aeronaves A320neo por US$ 3,6 bilhões

US$ 3,6 bilhões! Este é o mais novo investimento realizado pela Azul Linhas Aéreas, do empresário David Neeleman. O negócio foi confirmado logo após a fabricante europeia de aeronaves Airbus revelar uma assinatura de contrato para a venda de 35 aeronaves modelo A320neo, uma versão mais eficiente e de maior alcance se comparada com o Airbus A320 "convencional". Os A320neo serão configurados com capacidade para 174 assentos e equipados com a nova geração de motores CFM International LEAP-1A.

A primeira aeronave Airbus A320neo já chega no ano que vem, e a última está prevista para ser entregue só em 2023. A companhia pretende utilizar a nova frota para aumentar a sua oferta de assentos em viagens longas e em rotas consideradas de alta demanda. De acordo com o fundador e CEO da Azul, David Neeleman, "os A320neo serão um perfeito complmento à nossa frota de jatos Embraer e ATR."

"Avaliamos os aviões da Boeing, que tem opções na mesma categoria, mas optamos pela Airbus pelo conforto e menores custos operacionais. Eles contarão com o já consagrado Espaço Azul e serão equipados com assentos slimline e TV ao vivo. Além disso, os banheiros do novo modelo foram reposicionados e conferem maior espaço à cabine", destacou Neeleman.

O neo totaliza mais de 3.200 pedidos confirmados (backlog) de 60 clientes atualmente. A Airbus reivindica 60% do mercado neste segmento. A Boeing fica com 40% com o 737MAX. “A Airbus dá as boas-vindas para a Azul e se orgulha muito pela escolha. Os A320neo são aeronaves que apresentam alta eficiência no consumo de combustível e custos operacionais excelentes”, diz John Leahy, COO para clientes da Airbus.

Existe a possibilidade da frota da Azul ser de 63 aeronaves Airbus A320neo, mas com 28 delas sob contrato de leasing. As empresas AerCap (20 unidades) e GECAS (8 unidades) estarão à frente do negócio. “Estamos muito satisfeitos em trabalhar com a Azul – uma das companhias aéreas mais dinâmicas e que mais crescem na América do Sul, contribuindo com a introdução em sua frota de equipamentos modernos e muito eficientes”, diz Aengus Kelly, CEO da AerCap. ​


Nenhum comentário:

Postar um comentário