terça-feira, 29 de novembro de 2016

Aircalin assinou um acordo (MoU) para dois A320neo de corredor único e duas aeronaves A330-900 wide-body.


Aircalin, a transportadora com base Noumea no território francês da Nova Caledônia assinou um acordo (MoU) para dois A320neo de corredor único e duas aeronaves A330-900 wide-body. O acordo foi finalizado e assinado em uma cerimônia na Noumea de capital com a participação de funcionários de companhias aéreas e executivos da Airbus.
A escolha do motor A320neo será feita em data posterior como será a configuração de cabine de ambos os tipos de aeronaves. O A320neo serão utilizados em rotas regionais existentes para a Austrália, Nova Zelândia e Ilhas do Pacífico. Com o A330neo, Aircalin irá impulsionar serviços para o Japão para conexões para a frente e a possível abertura de novas rotas, como a China.
"Como parte de nosso plano para impulsionar o turismo em New Caledonia, Aircalin tomou uma decisão estratégica para renovar a sua frota completa com o A320neo e do A330neo a crescer rotas e se conectar New Caledonia para a região", disse Didier Tappero, Aircalin CEO. "A aeronave NEO com sua tecnologia state-of-the-art vai queimar menos combustível, reduzir nossos custos operacionais e oferecer aos nossos passageiros fiéis os mais elevados padrões de conforto da cabine."
Bernard Deladrière, Presidente do Conselho e membro do governo da Nova Caledônia afirmou: "Aircalin está a assumir um passo ainda mais estratégica para o seu futuro, pois é sobre a sua rentabilidade ea sua competitividade."
"Nós estamos deliciados que Aircalin abraçou nosso best-seller A330neo e aeronaves A320neo família para garantir um futuro de sucesso, rentável, e para crescer o tráfego de turistas para Nova Caledonia", disse Christopher Buckley, Airbus Vice-Presidente Executivo, Europa África e Pacífico. "Graças à semelhança única entre todas as variantes do A320 e do A330, Aircalin irá beneficiar de uma transição suave e de baixo custo para estes excitante nova aeronave, continuando com todos os ganhos de eficiência que beneficiam actualmente com a sua frota existente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário