quinta-feira, 17 de novembro de 2016

Quer ganhar R$ 85 mil ‘limpos’? Seja piloto de avião na China

Com crescimento meteórico, empresas aéreas chinesas não conseguem encontrar profissionais para pilotar suas aeronaves - e vão buscá-los no exterior

Aeronaves da companhia aérea chinesa Spring Airlines: país vai precisar de até 5 mil pilotos por ano pelas próximas duas décadas (Divulgação/VEJA)

A China vive hoje uma forte escassez de pilotos para atuar na aviação comercial. Para tentar solucionar o problema, algumas empresas aéreas estão anunciando vagas para a função com salários de mais de 300.000 dólares por ano, livres de impostos. Segundo a taxa de câmbio atual, seria um nada desprezível salário de 1,02 milhão de reais em um ano – ou 85.000 reais por mês ‘limpos’.

“Não há um número suficiente de pilotos para suprir essa demanda”, disse à CNNDave Ross, presidente da Wasinc International, empresa que atua no recrutamento de pilotos para as companhias aéreas chinesas. “É por isso que os pagamentos seguem crescendo.”
A China vai precisar de 4.000 a 5.000 pilotos por ano pelas próximas duas décadas, segundo analistas. As empresas aéreas do país estão entre as que crescem com mais rapidez no planeta – nos mercados doméstico e internacional – e entre as maiores compradoras de aeronaves das fabricantes Airbus e Boeing.
Sim, há escolas de pilotagem em todo o país, mas elas não têm dado conta do crescimento meteórico da indústria. Além disso, há carência em particular de profissionais mais experientes, um dos principais alvos das buscas por pilotos feitas no exterior.

Fonte: Veja.com





Nenhum comentário:

Postar um comentário