sexta-feira, 11 de agosto de 2017

AIR EUROPA PERSPECTIVA ‘VIDA MAIS DIFÍCIL’ PARA A TAP NO BRASIL


A companhia espanhola Air Europa, do grupo Globalia, que já chegou a anunciar que pretendia instalar um hub de ligações entre a América Latina e a Europa em Salvador da Bahia, tem planos agora para reforçar a presença no Brasil com voos para Recife e, eventualmente, Rio de Janeiro e Puerto Iguazú.
A “alta cúpula” do grupo Globália, incluindo o CEO Javier Hidalgo, filho do fundador, esteve em São Paulo “para compartilhar seus investimentos de longo prazo, e prometeu para o fim deste ano o lançamento de uma rota Madrid-Recife”, escreve o “Panrotas”.
A notícia acrescenta que segundo o director de Desenvolvimento Internacional da Globalia, Lisandro Menu Marque, “essa conexão já é um “namoro” de um bom tempo da Air Europa”.
Aliás, acrescenta a notícia do “Panrotas”, antes de São Paulo, os dirigentes do grupo espanhol reuniram-se com o governador de Pernambuco, Paulo Câmara, o prefeito de Recife, Geraldo Júlio, e dirigentes do sector de Turismo para falarem da nova rota entre Madrid e Recife que, segundo indicado poderá contar com “duas ou três” ligações por semana.
Os planos então anunciados, e dos quais deixou de fazer parte o hub em Salvador, destino por onde a Air Europa ‘entrou’ no Brasil, também incluem a possível abertura de uma rota entre Madrid e o Rio de Janeiro, na qual já está a Iberia.
O “Panrotas” escreve que “a Air Europa também deve acrescentar um quarto novo destino no País”, referindo-se precisamente ao Rio de Janeiro, para onde já voou até 2009.
Diz o “Panrotas” que o director da Air Europa “revelou” estar em “negociação para lançar uma “rota compartilhada” que liga Madrid à capital fluminense e Puerto Iguazú”.
Dados de tráfego da gestora dos aeroportos espanhóis AENA a que o PressTUR teve acesso mostram que nos primeiros cinco meses deste ano o movimento de passageiros em voos de/para o Brasil caiu 3% ou 12,6 mil, para 403,7 mil, com -1% ou menos 3,4 mil nas ligações de Madrid e Barcelona com São Paulo, para 328,5 mil, -26,2% ou menos 15,4 mil na rota Madrid - Rio de Janeiro, para 43,4 mil, e +24,5% ou mais 6,2 mil, para 31,8 mil, na rota Madrid - Salvador.
A Air Europa está na rota Madrid - São Paulo, disputada também pela LATAM Brasil (antiga TAM) que teve um decréscimo de passageiros em 0,3% ou 234, para 93,1 mil, Iberia e Air China, relativamente às quais os dados disponíveis não especificam quantos passageiros transportaram nessa rota.
Já na rota de Salvador a companhia espanhola não tem mais concorrência em Espanha, mas disputa o tráfego com a TAP, que tem como uma das suas forças captar passageiros em vários mercados europeus para as suas ligações com o Brasil e Espanha, pela proximidade, sempre foi uma das origens ‘mais promissoras’.
Fonte: presstur

Nenhum comentário:

Postar um comentário