terça-feira, 21 de outubro de 2014

DEMANDA DOMÉSTICA AVANÇA 3% EM SETEMBRO

A procura por transporte aéreo doméstico no Brasil avançou 3% em setembro de 2014 em relação ao mesmo mês do ano passado. Idêntico patamar de crescimento foi registrado na variação do terceiro trimestre desse ano sobre o mesmo período de 2013. O forte crescimento nos primeiros meses de 2014 e a relativa estabilidade durante a temporada de realização da Copa do Mundo somados aos avanços recentes mais moderados resultam em uma expansão acumulada da demanda de 5,4% no ano até agora. A estatística é medida em RPKs (passageiros-quilômetros transportados). Os números são relativos ao desempenho das empresas integrantes da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (ABEAR), AVIANCA, AZUL, TAM e GOL.

O resultado de setembro é positivo para um mês de nível de atividade mais fraca na sazonalidade típica do setor. A existência de um dia útil a mais nos dados de setembro de 2014 em relação a setembro de 2013, além de um amplo trabalho das companhias aéreas para promoverem seus produtos e serviços, mantendo em alta a procura por viagens aéreas de lazer no país em um momento de baixa no mercado corporativo, são fatores que contribuem para esse desempenho em um período de crescimento mais lento da economia nacional.

A oferta doméstica, medida em ASKs (assentos-quilômetros oferecidos), que tem sido gerenciada atentamente pelas transportadoras com vistas ao aumento da eficiência, em setembro registrou crescimento pela primeira vez desde janeiro: 1,3% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Com a demanda se expandindo ligeiramente acima, a taxa de ocupação seguiu em apreciação – repetindo o resultado de todos os meses desse ano –, avançando 1,3 ponto percentual sobre setembro de 2013, ficando em 78,67%.

Na comparação dos terceiros trimestres, a oferta registra redução acumulada de 1% para uma taxa de ocupação média de 79,9%, com alta de 3,1 pontos percentuais. A oferta total de janeiro a setembro tem retração mais tímida, de 0,3%, resultando em um load factor de 79,5%, com melhoria de 4,2 pontos percentuais sobre o mesmo período do ano passado.

Os passageiros embarcados pelas associadas ABEAR em voos domésticos em setembro somaram 6,7 milhões, 3,8% a mais que em 2013. No trimestre atingem 20,5 milhões (+2,9%) e no ano totalizam 59,1 milhões (+3,7%).

Na medida da parcela do total de RPKs, a TAM teve 38,39% de participação do mercado doméstico em setembro, seguida pela GOL, com 35,26%, pela AZUL, com 17,26%, e pela AVIANCA, com 9,09%.

Totais móveis – A avaliação de 12 intervalos dos totais móveis (séries consolidadas de resultados de 12 meses, registradas mês a mês) projeta nesse momento uma taxa anualizada de demanda em alta de 5,8%, para uma oferta com pequeno crescimento de 0,6%.
Internacional – Depois de registrar crescimento de demanda de quase 15% em agosto, o mercado internacional continuou apresentando em setembro um desempenho bastante positivo, que pode ser associado aos mesmos fatores apontados para as estatísticas do segmento doméstico. A procura por viagens internacionais avançou 8,7%, para uma oferta em expansão de 1,8%. A diferença de ritmo entre oferta e demanda ocasionou uma melhoria de 5,5 pontos percentuais do fator de aproveitamento, que ficou em 86,7% no mês.

GOL, com 14,6% de participação de mercado em setembro e TAM, com 85,4%, são as únicas companhias nacionais operando voos internacionais atualmente. Juntas, embarcaram 410 mil passageiros em voos internacionais no mês, total 7,6% acima de 2013. No acumulado do ano, os passageiros embarcados nesse segmento já são 3,6 milhões, com alta de 2,5% na comparação sobre 2013.

Confira as planilhas com os números mensais, os totais móveis e os gráficos de setembrona área de Dados e Fatos do site da ABEAR, na seção NÚMEROS DAS COMPANHIAS AÉREAS ASSOCIADAS.

Nenhum comentário:

Postar um comentário